CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

MPPR em Foz do Iguaçu denuncia motorista de van escolar por estupro de vulnerável contra crianças de 8 e 10 anos

O primeiro caso ocorreu em fevereiro contra um menino de 10 anos que mora com a família no térreo de um imóvel do denunciado. Aproveitando-se dessa......

Publicado em

Por Ministério Público do Paraná

Publicidade

O Ministério Público do Paraná, por meio da 14ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu, apresentou denúncia criminal contra um homem de 59 anos pela prática de estupro de vulnerável contra duas crianças de 8 e 10 anos – ele é motorista de van escolar. O Judiciário já recebeu a ação penal, que vai tramitar perante a Vara de Crimes Contra Criança, Adolescentes e Idosos da Comarca de Foz do Iguaçu.

O primeiro caso ocorreu em fevereiro contra um menino de 10 anos que mora com a família no térreo de um imóvel do denunciado. Aproveitando-se dessa situação de proximidade, ele chamou a criança para entrar numa piscina que fica nos fundos da casa, onde cometeu a violência e depois pediu que a criança não contasse nada a ninguém. A vítima relatou o ocorrido para a mãe, que registrou a ocorrência na Polícia Civil. Dias depois, em março, a autoridade policial recebeu notícia anônima de que o denunciado já havia praticado outro crime similar, que teria sido noticiado na internet por outra vítima, hoje maior de 18 anos, em uma mobilização em redes sociais ocorrida em 2020 (#Exposed), quando ela relatou ter sido abusada pelo motorista da van escolar que a levava para a escola. A situação foi apurada e constatou-se que, entre os anos de 2012 e 2013, quando a menina tinha por volta de 8 anos, o abusador “aproveitou-se do momento em que a vítima estava sozinha na van escolar e a convidou para sentar no banco da frente e, em seguida, praticou os atos contra a dignidade sexual”. Assim, os dois fatos são citados na denúncia criminal.

Proteção – Antes mesmo de apresentar a ação, o MPPR requereu medidas de proteção ao menino, bem como a proibição ao denunciado do exercício de qualquer atividade de exploração de serviços de transporte escolar e similares, além da proibição de frequentar escolas, colégios, creches e afins no contexto do exercício de atividade profissional. Os pedidos foram deferidos pelo Judiciário além de não poder mais atuar com van escolar e afins, ele está proibido de se aproximar da vítima e de sua mãe, bem como da casa em que a família está morando. A ação penal tramitará sob sigilo.

O crime de estupro de vulnerável está previsto no artigo 217-A do Código Penal e é tipificado por “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menos de 14 anos”. A pena é de reclusão de 8 a 15 anos, além de possível reparação material às vítimas. No próximo sábado, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Novos casos – Outras pessoas que eventualmente saibam de casos de abuso similares ou que podem estar relacionados à denúncia podem noticiar as situações na 14ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu. O contato é o telefone (45) 3308-1311 (WhatsApp e aceita ligação) e o endereço é Rua Epifânio Sosa, 111, Jardim Polo Centro.

[email protected]
(41) 3250-4469

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Gaeco prende em Curitiba capitão dos Bombeiros que subtraía e vendia produtos originários de barracão da Defesa Civil que concentrava doações para o RS
Gaeco prende em Curitiba capitão dos Bombeiros que subtraía e vendia produtos originários de barracão da Defesa Civil que concentrava doações para o RS
Três réus da mesma família denunciados pelo MPPR pelo homicídio de uma vizinha após uma discussão são condenados pelo Tribunal do Júri de Ponta Grossa
Três réus da mesma família denunciados pelo MPPR pelo homicídio de uma vizinha após uma discussão são condenados pelo Tribunal do Júri de Ponta Grossa
Ação conjunta do Gaesf e do Gaeco resulta na prisão de dois empresários responsáveis por sonegação superior a R$ 25 milhões
Ação conjunta do Gaesf e do Gaeco resulta na prisão de dois empresários responsáveis por sonegação superior a R$ 25 milhões
Gaeco deflagra no Litoral a Operação Prumo II com o cumprimento de duas ordens de busca e apreensão em Morretes e Paranaguá contra uma policial militar
Gaeco deflagra no Litoral a Operação Prumo II com o cumprimento de duas ordens de busca e apreensão em Morretes e Paranaguá contra uma policial militar
Gaeco promove em Cascavel a segunda fase da Operação Exação, com o cumprimento de ordens de busca e apreensão contra advogado
Gaeco promove em Cascavel a segunda fase da Operação Exação, com o cumprimento de ordens de busca e apreensão contra advogado
A pedido do MPPR, um advogado e dois escrivães investigados por tráfico de drogas e vários outros crimes são presos preventivamente em Piraquara
A pedido do MPPR, um advogado e dois escrivães investigados por tráfico de drogas e vários outros crimes são presos preventivamente em Piraquara
MPPR denuncia homem que invadiu casa do cunhado de madrugada para executá-lo com nove tiros
MPPR denuncia homem que invadiu casa do cunhado de madrugada para executá-lo com nove tiros
Homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por tentar matar a ex-mulher é condenado a 19 anos, 5 meses e 10 dias de prisão pelo Tribunal do Júri de Castro
Homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por tentar matar a ex-mulher é condenado a 19 anos, 5 meses e 10 dias de prisão pelo Tribunal do Júri de Castro
Fraude no cumprimento da pena com tornozeleira leva irmãos que faziam regime semiaberto por homicídio de volta à prisão a pedido do Ministério Público
Fraude no cumprimento da pena com tornozeleira leva irmãos que faziam regime semiaberto por homicídio de volta à prisão a pedido do Ministério Público
Fraude no cumprimento da pena com tornozeleira leva irmãos que faziam regime semiaberto por homicídio de volta à prisão a pedido do MPPR
Fraude no cumprimento da pena com tornozeleira leva irmãos que faziam regime semiaberto por homicídio de volta à prisão a pedido do MPPR
Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado cometido em 2023 é condenado a 36 anos e 3 meses de prisão pelo Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu
Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado cometido em 2023 é condenado a 36 anos e 3 meses de prisão pelo Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu
Júri de réu denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras no ano de 2007 é novamente adiado por não comparecimento da defesa do acusado
Júri de réu denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras no ano de 2007 é novamente adiado por não comparecimento da defesa do acusado
Ministério Público do Paraná denuncia ex-secretário de Saúde de Mangueirinha e mais quatro réus investigados na Operação Assepsia por desvio de dinheiro público
Ministério Público do Paraná denuncia ex-secretário de Saúde de Mangueirinha e mais quatro réus investigados na Operação Assepsia por desvio de dinheiro público
Em Foz do Iguaçu, homem é preso a pedido do Ministério Público do Paraná após relato de adolescente que presenciou palestra durante a Campanha do Maio Laranja
Em Foz do Iguaçu, homem é preso a pedido do Ministério Público do Paraná após relato de adolescente que presenciou palestra durante a Campanha do Maio Laranja
Gaeco cumpre 15 mandados de busca e apreensão em três cidades na Operação Alicantina, que investiga fraudes a licitações municipais de Entre Rios D’Oeste
Gaeco cumpre 15 mandados de busca e apreensão em três cidades na Operação Alicantina, que investiga fraudes a licitações municipais de Entre Rios D’Oeste
Judiciário condena a 41 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR em Campo Largo por estupro de vulnerável e pornografia infantil
Judiciário condena a 41 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR em Campo Largo por estupro de vulnerável e pornografia infantil
Judiciário condena a 41 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR em Campo Largo por estupro de vulnerável e pornografia infantil
Judiciário condena a 41 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR em Campo Largo por estupro de vulnerável e pornografia infantil
Tribunal do Júri de Alto Piquiri condena dois homens denunciados pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado cometido em via pública em 2023
Tribunal do Júri de Alto Piquiri condena dois homens denunciados pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado cometido em via pública em 2023
MPPR e PMPR realizam em Quatro Barras a Operação Infância Sem Violência, com apreensão de computador e celulares de suspeito de pornografia infantil
MPPR e PMPR realizam em Quatro Barras a Operação Infância Sem Violência, com apreensão de computador e celulares de suspeito de pornografia infantil
Tribunal do Júri de Cantagalo condena a 13 anos de reclusão homem denunciado pelo MPPR por provocar aborto aplicando choques elétricos na própria companheira
Tribunal do Júri de Cantagalo condena a 13 anos de reclusão homem denunciado pelo MPPR por provocar aborto aplicando choques elétricos na própria companheira
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais