CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024
IAT aplicou R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais entre janeiro e março deste anoFoto: IAT

IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024

A punição administrativa dos primeiros três meses do ano equivale ainda a 22% de todo o valor arrecadado ao longo de 2023, de R$ 182,3 milhões.......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024
IAT aplicou R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais entre janeiro e março deste anoFoto: IAT

O Instituto Água e Terra (IAT) aplicou R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no Paraná no primeiro trimestre de 2024, cerca de R$ 24 milhões (60%) em decorrência do desmatamento ilegal do Bioma da Mata Atlântica. Foram emitidos 2.035 Autos de Infração Ambiental (AIA) no período. O montante é 6,6% superior ao alcançado entre janeiro e março do ano passado, que totalizou R$ 37,7 milhões.

A punição administrativa dos primeiros três meses do ano equivale ainda a 22% de todo o valor arrecadado ao longo de 2023, de R$ 182,3 milhões. O relatório foi divulgado pelo órgão ambiental nesta quarta-feira (10).

O valor recolhido pelo Estado com as infrações é repassado integralmente ao Fundo Estadual do Meio Ambiente. A reserva financeira tem como finalidade financiar planos, programas ou projetos que objetivem o controle, a preservação, a conservação e a recuperação do meio ambiente, conforme a Lei Estadual 12.945/2000.

“Os nossos agentes fiscais estão sempre atentos, atuando no combate às mais diversas práticas de danos ambientais que acontecem no Paraná. Contamos hoje com ferramentas tecnológicas que nos permite identificar e punir os infratores com uma maior rapidez, além de receber denúncias diárias, realizar operações de rotina e também planejadas, atuando por terra, água e também com apoio aéreo”, destaca o gerente de Monitoramento e Fiscalização do IAT, Álvaro Cesar de Goes.

É justamente o rigor no serviço de fiscalização um dos pilares da redução do desflorestamento e de outros crimes ambientais no Estado, como a pesca predatória e a ocupação irregular do solo.

Por meio da vigilância, o Paraná conseguiu reduzir em 71,5% a supressão ilegal da Mata Atlântica ao longo do ano passado. A área desmatada no Estado passou de 4.037,83 hectares em 2022 para 1.150,40 hectares em 2023, segundo levantamento do Núcleo de Inteligência Geográfica e da Informação (NGI) do instituto, setor desenvolvido para colaborar com a vigilância do patrimônio natural paranaense, com base nos alertas publicados pela Plataforma MapBiomas, uma iniciativa do Observatório do Clima.

O NGI apontou, também com base em dados do balanço mais recente do MapBiomas, de 2021, que o Estado teve um aumento significativo de cobertura florestal natural nos últimos anos: de 54.856 km² em 2017 para 55.061 km² em 2022, uma diferença de 205 km², o equivalente a uma área de 20,5 mil campos de futebol.

O Paraná foi o único estado do Sul do País com aumento de cobertura vegetal no período. Santa Catarina reduziu a vegetação de 40,4 mil km² para 39,6 mil km² de 2017 a 2021. Já no Rio Grande do Sul passou de 27,9 mil km² para 27,7 mil km² no mesmo período. Em Santa Catarina houve um declínio constante da área verde desde 1985, com aumento entre 2010 e 2015, mesma realidade do Rio Grande do Sul, que observou uma pequena mudança de cenário entre 2012 e 2018.

Por meio do programa Paraná Mais Verde, a expectativa é que o Estado também alcance 10 milhões de mudas distribuídas pelo IAT ainda no primeiro semestre deste ano. “O Paraná tem uma vegetação muito rica e não podemos deixar que acabe. O intuito, e um dos pilares do Instituto Água e Terra, é preservar e recuperar essas áreas, além de conscientizar as pessoas de que não se deve destruir um dos nossos bens mais preciosos”, afirma a bióloga do IAT, Roberta Scheidt Gibertoni.

COMO AJUDAR – A denúncia é a melhor forma de contribuir para minimizar cada vez mais os crimes contra a flora e a fauna silvestres. Quem pratica o desmatamento ilegal está sujeito a penalidades administrativas previstas na Lei Federal nº 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais) e no Decreto Federal nº 6.514/08 (Condutas Infracionais ao Meio Ambiente). O responsável também pode responder a processo por crime ambiental.

O principal canal do Batalhão Ambiental é o Disque-Denúncia 181, o qual possibilita que seja feita uma análise e verificação in loco de todas as informações recebidas do cidadão.

No IAT, a denúncia deve ser registrada junto ao serviço de Ouvidoria, disponível no Fale Conosco, ou nos escritórios regionais. É importante informar a localização e os acontecimentos de forma objetiva e precisa. Quanto mais detalhes sobre a ocorrência, melhor será a apuração dos fatos e mais rapidamente as equipes conseguem realizar o atendimento.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Técnicos do IAT, embarcações e caminhões-pipa: Paraná reforça socorro ao Rio Grande do Sul
Técnicos do IAT, embarcações e caminhões-pipa: Paraná reforça socorro ao Rio Grande do Sul
Case mundial, Floresta Metropolitana recebe indígenas do Canadá para intercâmbio
Case mundial, Floresta Metropolitana recebe indígenas do Canadá para intercâmbio
Apoio técnico do IAT recupera nascente e melhora abastecimento em Faxinal
Apoio técnico do IAT recupera nascente e melhora abastecimento em Faxinal
Um alimento por uma muda: campanha solidária do IAT reforça apoio ao RS
Um alimento por uma muda: campanha solidária do IAT reforça apoio ao RS
Conservação e educação ambiental abrem a agenda de maio dos CBHs do Paraná
Conservação e educação ambiental abrem a agenda de maio dos CBHs do Paraná
Imagens de satélite: 1ª operação remota contra desmatamento aplica R$ 5,9 milhões em multas
Imagens de satélite: 1ª operação remota contra desmatamento aplica R$ 5,9 milhões em multas
Unidades do IAT no Paraná também recebem donativos para ajudar o Rio Grande do Sul
Unidades do IAT no Paraná também recebem donativos para ajudar o Rio Grande do Sul
Com avanço na microdrenagem, obras da Orla de Matinhos atingem 94,13% de conclusão
Com avanço na microdrenagem, obras da Orla de Matinhos atingem 94,13% de conclusão
Paraná tem 55 mil hectares em Reservas Particulares de Patrimônio Natural
Paraná tem 55 mil hectares em Reservas Particulares de Patrimônio Natural
Com reestruturação, IAT retoma vistorias aquáticas no Norte Pioneiro
Com reestruturação, IAT retoma vistorias aquáticas no Norte Pioneiro
Com reforço técnico e de estrutura, IAT retoma vistorias aquáticas no Norte Pioneiro
Com reforço técnico e de estrutura, IAT retoma vistorias aquáticas no Norte Pioneiro
Estado dá início à reestruturação de praças e centro receptivo de turistas na Ilha do Mel
Estado dá início à reestruturação de praças e centro receptivo de turistas na Ilha do Mel
Governo do Estado dá início à reestruturação de quatro estruturas da Ilha do Mel
Governo do Estado dá início à reestruturação de quatro estruturas da Ilha do Mel
IAT fecha trilhas do Anhangava e do Samambaia no dia 1º de maio para tradicional Missa da Paz
IAT fecha trilhas do Anhangava e do Samambaia no dia 1º de maio para tradicional Missa da Paz
Após resgate em Leópolis, técnicos do IAT devolvem jacaré à natureza
Após resgate em Leópolis, técnicos do IAT devolvem jacaré à natureza
Estado auxilia municípios na implantação de política educacionais sobre resíduos
Estado auxilia municípios na implantação de política educacionais sobre resíduos
Observação: projeto Passarinhar Paraná estreia no Interior neste sábado em Palotina
Observação: projeto Passarinhar Paraná estreia no Interior neste sábado em Palotina
Profissionais do IAT resgatam coruja-diabo com a asa quebrada na região Central
Profissionais do IAT resgatam coruja-diabo com a asa quebrada na região Central
Segurança e novo cenário: moradores de Matinhos celebram superpostes da orla
Segurança e novo cenário: moradores de Matinhos celebram superpostes da orla
IAT vai promover ações para preservação dos jacarés-de-papo-amarelo na Ilha do Mel
IAT vai promover ações para preservação dos jacarés-de-papo-amarelo na Ilha do Mel
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais