CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Terremoto mais forte em 25 anos em Taiwan deixa nove mortos e mais de 800 feridos

Segundo o Serviço Geológico dos EUA o tremor foi de magnitude 7,4 e ocorreu em Hualien, na costa leste de Taiwan. A Administração Central de Meteorologia...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

Um forte terremoto de magnitude acima de 7 foi sentido em Taiwan nesta terça-feira, 2, (quarta-feira, 3, pela manhã no horário local), sacudindo toda a ilha e provocando o desabamento de edifícios. Pelo menos nove pessoas morreram e 882 ficaram feridas em decorrência do terremoto, segundo o Corpo de Bombeiros de Taiwan. Outras 131 pessoas ficaram presas em meio aos danos, muitas delas em trilhas de caminhada e túneis. As operações de busca e resgate estão em andamento.

Segundo o Serviço Geológico dos EUA o tremor foi de magnitude 7,4 e ocorreu em Hualien, na costa leste de Taiwan. A Administração Central de Meteorologia de Taiwan também registrou um tremor secundário de magnitude 6,4. De acordo com a Administração Central de Meteorologia de Taiwan, este foi o terremoto mais forte a atingir a ilha em 25 anos.

O epicentro foi cerca de 16 quilômetros abaixo da superfície da Terra, segundo Taiwan. Os tremores puderam ser sentidos por mais de um minuto na capital, Taipé, onde os noticiários mostraram imagens de edifícios tremendo.

O corpo de bombeiros disse que espera que o número de mortes aumente à medida que relatórios de feridos de todo o país forem recebidos. Segundo a corporação, vários prédios em Hualien desabaram parcialmente e deslizamentos de terra ao longo da costa leste tornaram inutilizável uma rodovia principal.

A Agência Meteorológica do Japão previu um tsunami de até 3 metros após o terremoto às 7h58 do horário local, fazendo com que fossem emitidos alertas de tsunami para Taiwan, as ilhas Okinawa do Japão e partes das Filipinas.

Logo após as 9h do Japão (21h de Brasília), as primeiras ondas com mais de 30 centímetros começaram a chegar à ilha de Yonaguni, segundo a emissora NHK. Os residentes das ilhas de Okinawa, Miyako e Yaeyama, no sul do Japão, foram orientados a ficar o mais longe possível das áreas costeiras. Algumas horas depois, porém, o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico dos EUA informou que a ameaça de tsunami havia passado e o Japão suspendeu seus alertas.

As autoridades das Filipinas também cancelaram todos os alertas afirmando que suas estações de monitoramento não detectaram nenhum distúrbio significativo no nível do mar.

A ilha de Taiwan está localizada no chamando Círculo de Fogo do Pacífico, que causa enorme atividade sísmica e vulcânica no Oceano Pacífico, atingindo desde a Indonésia ao Chile.

Taiwan é regularmente abalada por terremotos. Em 2018, um tremor de magnitude 6,2 matou 17 pessoas e feriu mais de 300 em Hualien. Em 1999, o maior terremoto da história recente matou 2.400 pessoas.

O Condado de Hualien abriga cerca de 300 mil pessoas e fica perto do desfiladeiro de Taroko, um destino turístico popular.

Um prédio de cinco andares em Hualien, pouco povoado, aparecia em imagens fortemente danificado, com o primeiro andar desabado enquanto o restante estava inclinado em um ângulo de 45 graus. Na capital, Taipé, azulejos caíram de edifícios mais antigos e de alguns complexos de escritórios mais recentes.

No condado de Changhua, na costa oeste, um prédio caiu completamente e outros 15 desabaram parcialmente, informou o Corpo de Bombeiros de Taiwan. Mais 67 edifícios foram danificados. Uma das estruturas parcialmente desmoronadas era um armazém na cidade de Nova Taipei, onde quatro pessoas foram resgatadas, de acordo com a Central News Agency de Taiwan. Outras 12 pessoas foram resgatadas em outro prédio na cidade de Nova Taipei, onde a fundação afundou no chão.

As equipes estão trabalhando para alcançar as pessoas presas nas estradas bloqueadas. A partir das 13 horas, horário local, as estradas estavam intransitáveis devido a danos e queda de rochas em 19 locais, segundo o Ministério dos Transportes. Uma ponte antes do túnel Daqingshui desmoronou completamente.

O serviço de trem foi suspenso em toda a ilha de 23 milhões de habitantes, assim como o serviço de metrô em Taipé. Mas as coisas rapidamente voltaram ao normal na capital, com as crianças indo para a escola e o deslocamento matinal parecendo normal.

Em partes de Hualien, tanto o transporte ferroviário quanto as rodovias estão bloqueados, disse o ministro dos Transportes, Wang Guo-cai. O trabalho está em andamento para restaurar o transporte ferroviário e espera-se que o tráfego nos dois sentidos seja restaurado ao meio-dia de quinta-feira, disse ele.

Cortes de energia e interrupções na internet foram relatados em partes de Taiwan após o terremoto, de acordo com a NetBlocks, uma organização de vigilância que monitora a segurança cibernética e a governança da internet.

Taiwan é um importante centro de fabricação de muitos dos avançados chips de computador do mundo. Um porta-voz da Taiwan Semiconductor Manufacturing, ou TSMC, disse que algumas operações foram suspensas. Uma declaração da empresa disse que algumas fábricas foram evacuadas conforme o procedimento da empresa e que eles continuam confirmando os detalhes do impacto.

O chefe do departamento de monitoramento de terremotos de Taiwan, Wu Chien-fu, disse que os efeitos foram detectados em lugares distantes como Kinmen, uma ilha controlada por Taiwan na costa da China.

Taiwan registrou 76 tremores secundários em menos de cinco horas após o terremoto em Hualien, de acordo com a Administração Central de Meteorologia. Wu Chien-fu, vice-diretor do Centro de Sismologia da administração, disse que tremores secundários de magnitude 6,5 a 7,0 são possíveis nos próximos três a quatro dias.

O centro de alerta de tsunami do Pacífico disse que não havia riscos no Havaí ou no território de Guam, no Pacífico dos EUA. (Com agências internacionais).

Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais