CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Animais de rua podem estar sendo queimados com água ou óleo fervendo, denuncia ONG

Animais de rua podem estar sendo queimados com água ou óleo fervendo, denuncia ONG

Luciana conta que estava tentando capturar o animal há quatro meses e explica que como estão sofrendo este tipo de violência grave no município, com alto...

Publicado em

Por Jaqueline Alencar

Publicidade

Uma crueldade está ocorrendo com os animais de rua em Rio do Salto. Imagens chocantes encaminhadas pela responsável da ONG Latidos do Bem, Luciana Braga, mostra um cachorro resgatado nesta terça-feira (02) com ferimento com alto grau de infecção e alojado de bichos.

Luciana conta que estava tentando capturar o animal há quatro meses e explica que como estão sofrendo este tipo de violência grave no município, com alto grau de sofrimento, somente depois que estão muito debilitados, e não conseguem mais correr, é que é possível fazer o resgate.

Outros vídeos de animais resgatados e de outros que a ONG está tentando resgatar, mostrar a situação deplorável em que se encontram os animais resgatados e aqueles que ainda estão tentando salvar.

A suspeita é que agressores estejam jogando água ou gordura fervendo nos animais, causando-lhes os ferimentos graves.

Os cachorros resgatados são atendidos por uma Clínica Veterinária. Os custos são arcados pela Latidos do Bem, que vive de arrecadações e doações, mas enfrenta dificuldades e dívidas para manter os serviços.

Segundo Luciana, após o tratamento, os animais são colocados para adoção, mas infelizmente a maioria acaba não sendo adotado e ficando na própria entidade, que funciona em uma Chácara localizada em uma área rural próxima à Cascavel.

Uma denúncia dando conta da situação de violência cruel contra os animais em Rio do Salto será formalizada pela ONG.

Quem tiver alguma pista do ou dos agressores dos animais também pode denunciar anonimamente na Polícia Civil local.

Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais