CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024
Parque Urbano de Campina da LagoaFoto: Prefeitura de Campina da Lagoa

Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024

A proposta visa recuperar áreas sujeitas a ações erosivas ou regiões de fundo de vale que sofrem degradação ambiental, alinhando a preservação do ecossistema local ao......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024
Parque Urbano de Campina da LagoaFoto: Prefeitura de Campina da Lagoa

Nove cidades do Paraná vão ganhar parques urbanos em 2024. Os projetos, financiados com recursos do Instituto Água e Terra (IAT) com apoio das prefeituras municipais, estão em fase final de execução em Kaloré e São João do Ivaí, no Vale do Ivaí; Itaguajé, Santa Mônica e Cianorte, no Noroeste; Flor da Serra Azul, no Sudoeste; Marquinho, no Centro-Sul; Janiópolis e Campina da Lagoa, no Centro-Oeste.

A proposta visa recuperar áreas sujeitas a ações erosivas ou regiões de fundo de vale que sofrem degradação ambiental, alinhando a preservação do ecossistema local ao turismo e lazer.

O investimento do Governo do Estado apenas nesses novos complexos é de R$ 10.279.162,49, com contrapartida de R$ 911.466,23 das prefeituras locais, totalizando R$ 11,190.628,72. Desde a implementação do projeto em 2019, 25 parques foram entregues a municípios de diferentes regiões do Paraná. O mais recente foi inaugurado em dezembro, em Andirá, no Norte Pioneiro. Ao final desta primeira fase do projeto, serão 61 complexos à disposição dos paranaenses, com investimento global de R$ 73 milhões.

“O objetivo principal é a aplicação de soluções para a recuperação de áreas degradadas, mas o projeto foi incorporando iniciativas parceiras ao longo do tempo, ficando mais robusto e cada vez mais atrativo para a população”, explica a coordenadora do Setor de Projetos Especiais da Diretoria de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do IAT, Paula Coradin.

PARQUES URBANOS – O projeto Parques Urbanos é uma parceria entre o IAT e as prefeituras paranaenses, que incentiva a criação de parques em regiões de fundo de vale ou áreas com ações erosivas. Uma das características comuns às áreas de fundo de vale é a presença de recursos hídricos, o que aponta para a existência de Áreas de Preservação Permanente Ecológica (APP).

Além das funções de recuperação ambiental, os parques urbanos contam com outras iniciativas de promoção da sustentabilidade. Uma delas é o Poliniza Paraná, que desde 2021 é presença obrigatória em todos os espaços ligados ao projeto. A iniciativa prevê a instalação de colmeias de abelhas sem ferrão para auxiliar na conservação de espécies nativas e para complementar as ações de educação ambiental dos locais.

Outro projeto parceiro é o Espaço Educador Sustentável, que consiste na implementação de atividades de promoção da educação ambiental. Por meio da ação, os locais ganham hortas urbanas, que estimulam o engajamento da população com o meio ambiente, e jardins dos sentidos, que desenvolvem a sensibilidade sensorial-ambiental dos visitantes.

“O Espaço Educador Sustentável é uma área do parque que deve ser dedicada à educação ambiental, normalmente aplicada em forma de horta pedagógica ou jardim dos sentidos, além de promover e incentivar o plantio de espécies nativas”, destaca Paula.

COMO FUNCIONA – Após a identificação de uma área apropriada, os municípios enviam um pré-projeto ao Setor de Projetos Especiais do IAT para avaliação do Instituto. Uma vez aprovado, o IAT repassa os recursos financeiros para a execução do projeto por meio de um convênio, conforme o andamento da obra. É necessário que o município tenha a Licença Ambiental e a Outorga ou dispensa de outorga emitidas pelo Instituto.

Conheça um pouco mais sobre os novos parques urbanos do Paraná:

KALORÉ – As obras do Parque da Mina, em Kaloré, já foram finalizadas, aguardando apenas as liberações administrativas para a inauguração. O espaço de 26.447,89 m² tem o propósito de ajudar a proteger a vegetação nativa e a área degradada onde estão localizadas as minas de captação de água que dão nome ao complexo. O investimento foi de R$ 406.776,98, com contrapartida de R$ 8.301,58 do município. O parque possui pista de caminhada e diferentes áreas para práticas esportivas.

ITAGUAJÉ – O parque urbano de Itaguajé também está com as obras concluídas, dependendo apenas de liberações para entrar em funcionamento. O local foi planejado para diminuir a poluição na cidade e conta com pista de caminhada, sanitários, quadras, playground, academia ao ar livre e quiosques com churrasqueira em uma área de 19 mil m². O investimento na construção foi de R$ 1.024.794,07 por parte do IAT, com contrapartida de R$ 53.987,96 do município.

SANTA MÔNICA – Em Santa Mônica, o parque urbano de 34.120 m² foi elaborado com o propósito de proteger a nascente do Córrego Água Branca. Para o lazer da população, o complexo conta pista de caminhada, sanitários, quiosque, quadras de esporte e churrasqueira. O investimento do IAT foi de R$ 564.375,83, com contrapartida municipal de R$ 71.303,68. As obras estão em fase final, 96,38% concluídas, de acordo com o mais recente levantamento do órgão ambiental.

FLOR DA SERRA DO SUL – O Parque Lago da Flor possui 15.322,50 m² de área e foi pensado como forma de proteção à nascente localizada no centro de Flor da Serra do Sul, com a delimitação de uma Área de Preservação Permanente (APP) e o plantio de árvores nativas. No investimento de R$ 778.944,83 por parte IAT, com contrapartida de R$ 18.198,76, também estão incluídas a implementação de pista de caminhada, playground, academia ao ar livre e lagoas. As obras se encontram 93,95% finalizadas.

SÃO JOÃO DO IVAÍ – Além de ajudar a proteger a natureza, o parque urbano de São João do Ivaí foi estruturado para promover a conscientização ambiental no município. Ocupando um terreno de 84.828,17 m², o parque vai contar com pista de caminhada, ciclovia, playground, quiosques com churrasqueira e uma academia ao ar livre, além de uma trilha ecológica para que a população conheça as espécies nativas da cidade. O investimento é de R$ 1.231.437,08 (contrapartida de R$ 214.965,71) e o projeto está 84,01% finalizado.

CAMPINA DA LAGOA – O parque urbano de Campina da Lagoa foi planejado para potencializar a interação da população com o meio ambiente. Construído em torno do lago no interior do município, em um espaço de 21.188,92 m², terá pista de caminhada e uma grande quantidade de vegetação nativa. O investimento por é de R$ 525.270,70, com contrapartida de R$ 10.720,00. As obras estão 81,61% concluídas.

JANIÓPOLIS – A prática esportiva em Janiópolis terá uma nova casa com a finalização do parque urbano da cidade. Em um terreno de 25 mil m², o complexo contará com pistas de skate, de caminhada e quadras esportivas. Ambientalmente, ajudará a proteger o córrego Santo Antônio. O investimento é de R$ 979.999,00 (contrapartida de R$ 84.519,87) e as obras estão 80,94% finalizadas.

MARQUINHO – O parque urbano de Marquinho está localizado em um terreno de 30 mil m², próximo do Rio do Cobre, o maior corpo hídrico da cidade. Junto à proteção da mata ciliar, o projeto busca ampliar as opções de lazer para moradores e turistas. O equipamento vai contar com pista de caminhada, playground e academia ao ar livre. O investimento é de R$ 767.564,00, com contrapartida de R$ 15.664,58. O índice de conclusão é de 76,94%.

CIANORTE – Com investimento de R$ 4 milhões do IAT e contrapartida de R$ 433.804,09 da prefeitura, o Parque Manduhy promete trazer grandes benefícios ambientais para Cianorte. O complexo vai ajudar a recuperar uma área de fundo de vale de 15,5 hectares (155.000 m²), colaborando com o controle das cheias e com o reflorestamento da área em torno do córrego que dá nome ao local. Além disso, o equipamento contará com pista de caminhada, um mirante de madeira, quadras esportivas, equipamentos de playground e academia. O projeto está 75,75% concluído.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Municípios que recebem ICMS ecológico têm até 30 de abril para regularizar cadastro
Municípios que recebem ICMS ecológico têm até 30 de abril para regularizar cadastro
Haddad vê Alemanha como parceiro promissor na transição energética
Haddad vê Alemanha como parceiro promissor na transição energética
Operação Quaresma II, do IAT, aplica R$ 1,2 milhão em multas por crimes ambientais
Operação Quaresma II, do IAT, aplica R$ 1,2 milhão em multas por crimes ambientais
Comitês de Bacias Hidrográficas se reúnem para discutir a gestão de rios do Paraná
Comitês de Bacias Hidrográficas se reúnem para discutir a gestão de rios do Paraná
Nova fase do CastraPet vai atender mais de 30 mil cães e gatos em 165 cidades do Paraná
Nova fase do CastraPet vai atender mais de 30 mil cães e gatos em 165 cidades do Paraná
Novo boletim: obras de revitalização da Orla de Matinhos atingem 94% em março
Novo boletim: obras de revitalização da Orla de Matinhos atingem 94% em março
Multas, proibições e restrições: penalidades administrativas para crimes ambientais são severas
Multas, proibições e restrições: penalidades administrativas para crimes ambientais são severas
Governador discute parcerias ambientais com o velejador Vilfredo Schürmann
Governador discute parcerias ambientais com o velejador Vilfredo Schürmann
Segunda etapa de inspeção nas barragens do Paraná já concluiu 81% do trabalho
Segunda etapa de inspeção nas barragens do Paraná já concluiu 81% do trabalho
Governo divulga cartilha para orientar coleta seletiva na administração pública
Governo divulga cartilha para orientar coleta seletiva na administração pública
Prazo para o preenchimento da plataforma Contabilizando Resíduos é prorrogado até julho
Prazo para o preenchimento da plataforma Contabilizando Resíduos é prorrogado até julho
Parques estaduais vão funcionar normalmente durante todo o feriado de Páscoa
Parques estaduais vão funcionar normalmente durante todo o feriado de Páscoa
Comitês de Bacias Hidrográficas do Paraná retomam atividades com reuniões técnicas em abril
Comitês de Bacias Hidrográficas do Paraná retomam atividades com reuniões técnicas em abril
Fim da contagem regressiva: temporada do pinhão começa dia 1º de abril no Paraná
Fim da contagem regressiva: temporada do pinhão começa dia 1º de abril no Paraná
IAT formaliza intercâmbio de tecnologia com Instituto Mineiro de Gestão das Águas
IAT formaliza intercâmbio de tecnologia com Instituto Mineiro de Gestão das Águas
No Dia Meteorológico Mundial, Simepar destaca trabalho para subsidiar políticas e alertas
No Dia Meteorológico Mundial, Simepar destaca trabalho para subsidiar políticas e alertas
Conservação: no Dia da Água, Estado restaura 16 nascentes de 11 municípios
Conservação: no Dia da Água, Estado restaura 16 nascentes de 11 municípios
No Dia das Florestas, Paraná celebra novo indicador de redução do desmatamento ilegal
No Dia das Florestas, Paraná celebra novo indicador de redução do desmatamento ilegal
Estado lança programa para acelerar adesão de municípios aos objetivos da ONU
Estado lança programa para acelerar adesão de municípios aos objetivos da ONU
Governo do Paraná divulga relatório do plano de ação para conservação de grandes felinos
Governo do Paraná divulga relatório do plano de ação para conservação de grandes felinos
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais