CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Em debate no Show Rural, Roberto Kaefer destaca a pujança da avicultura do Paraná, maior produtor e exportador de carne de frango do país

Em debate no Show Rural, Roberto Kaefer destaca a pujança da avicultura do Paraná, maior produtor e exportador de carne de frango do país

Com o tema “Cenário Atual e Perspectivas Econômicas e Comerciais para o Agronegócio para 2024”, o evento foi conduzido pelo jornalista Sérgio Mendes e reuniu outros...

Publicado em

Por Caio Gottlieb

Publicidade
Imagem referente a Em debate no Show Rural, Roberto Kaefer destaca a pujança da avicultura do Paraná, maior produtor e exportador de carne de frango do país

O empresário Roberto Kaefer, presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), foi um dos convidados para participar do fórum de debates RIC Rural em Pauta, durante o Show Rural Coopavel, em Cascavel, no Oeste do Paraná, realizado na manhã da última terça-feira (06).

Com o tema “Cenário Atual e Perspectivas Econômicas e Comerciais para o Agronegócio para 2024”, o evento foi conduzido pelo jornalista Sérgio Mendes e reuniu outros nomes de destaque do agronegócio brasileiro, como o especialista Marcos Jank, que é professor sênior de agronegócio no Insper e coordenador do Centro Insper Agro Global; o presidente da Coamo Agroindustrial Cooperativa, Airton Galinari; e o presidente do Grupo RIC, Leonardo Petrelli.

Um dos pontos altos do debate foi sobre a análise do cenário internacional e o volume de exportações brasileiras no agronegócio para o mercado asiático – em especial a China – e a exploração de novos mercados.

Roberto Kaefer aproveitou a oportunidade para apresentar os números do mercado avícola paranaense. Hoje, o Paraná é o maior produtor e exportador de aves e derivados do Brasil. O estado é responsável por cerca de 36% da produção nacional, além de 42% do volume de exportações do segmento.

“A avicultura do Brasil, como um todo, está preparada tecnicamente para exportar cada vez mais. Ásia e o Oriente Médio são os grandes compradores. A avicultura do Paraná está se preparando diariamente para isso”, afirmou, referindo-se aos investimentos em infraestrutura e inovação.

Segundo Kaefer, os produtores e as indústrias vêm investindo diariamente em novas tecnologias e recursos para aumentar ainda mais a produtividade, como informações disponíveis em bancos de dados avançados. “Hoje o Paraná tem 36% da produção nacional. Chegar em 50% é logo ali”, enfatizou.

O presidente do Sindiavipar lembrou ainda o caráter social da avicultura, que só no Paraná gera mais de 100 mil empregos diretos. “Temos uma responsabilidade social muito grande. Por isso, trabalhamos para que o setor tenha uma alta rentabilidade”, observou.

A 36ª edição Show Rural em Cascavel começou no último domingo (04) e a previsão é de que mais de 300 mil pessoas visitem o evento até sexta-feira (09). Realizado no Centro Tecnológico Coopavel, em uma área de 700 mil m², o Show Rural é um dos maiores eventos do agronegócio da América Latina e reúne cerca de 600 expositores nesta edição. A expectativa é gerar R$ 5,5 bilhões em negócios.

SINDIAVIPAR

O Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar) representa as indústrias de produtos avícolas. Em 2022, a produção paranaense atingiu a marca de 2.044.433.779 frangos, o que equivale a 35% da produção brasileira. Nesse mesmo período, a avicultura registrou o maior VBP (Valor Bruto da Produção) do Paraná, com R$ 45,25 bilhões, à frente inclusive da soja – que alcançou a marca de R$ 35,78 bilhões. A carne de frango produzida no Paraná é exportada para mais de 14o países. (coloquei assim porque em 2023, foram 146 mercados).

O processamento de aves no Paraná se concentra em 29 municípios e 35 indústrias. Além disso, a avicultura gera milhares de empregos diretos e cerca de 1,5 milhão de empregos indiretos no Estado. São mais de 19 mil aviários, aproximadamente e 8,4 mil propriedades rurais distribuídas em 312 municípios paranaenses. As indústrias associadas ao Sindiavipar são responsáveis por 94% da produção estadual.

Segundo o Relatório da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Brasil ocupa o primeiro lugar no mercado global de carne de frango, sendo o principal exportador do produto. Em 2022, foi responsável pela produção de 14,38% da carne de frango consumida no mundo. As indústrias associadas ao Sindiavipar contribuem com mais de 40% das exportações brasileiras do produto.

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais