CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Foto: Pexels/ Ilustrativa

Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê

Segundo as investigações sobre o caso, as duas detentas, em conjunto com outras pessoas igualmente integrantes da mesma organização criminosa, agrediram a vítima e, mediante constrangimento......

Publicado em

Por Ministério Público do Paraná

Publicidade
Imagem referente a Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Foto: Pexels/ Ilustrativa

O Tribunal do Júri de Goioerê, no Centro Ocidental do estado, condenou a 20 anos e 3 meses de prisão por homicídio triplamente qualificado duas mulheres denunciadas pelo Ministério Público do Paraná pela morte de uma detenta na Cadeia Pública de Goioerê no dia 1º de setembro de 2019. As rés, que também cumpriam pena no estabelecimento prisional, fariam parte de organização criminosa e o homicídio teria sido praticado como uma “punição disciplinar” à vítima, aplicado de acordo com o “código de conduta” da organização da qual as autoras fazem parte.

Segundo as investigações sobre o caso, as duas detentas, em conjunto com outras pessoas igualmente integrantes da mesma organização criminosa, agrediram a vítima e, mediante constrangimento e graves ameaças, fizeram-na confessar a motivação e o modo de execução do crime pelo qual havia sido condenada (ela respondia pela morte de duas crianças). Como já estão presas, as duas responderão ao processo em regime inicialmente fechado.

Na sessão de julgamento, ocorrida nesta terça-feira, 6 de fevereiro, o Conselho de Sentença reconheceu as teses apresentadas em denúncia pela Promotoria de Justiça em Goioerê, que apontou como qualificadoras o motivo torpe, o emprego de tortura, asfixia e a utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima. Elas também foram condenadas pelo crime de fraude processual, já que forjaram a cena do crime na tentativa de simular um suicídio, e ao pagamento de R$ 20 mil aos sucessores da vítima, a título de reparação por dano moral.

Outras sete pessoas com participação no homicídio já foram denunciadas pelo MPPR e pronunciadas pelo Judiciário, sendo aguardado o julgamento de recurso para designação do Júri relacionado.

Processo número 0003682-78.2023.8.16.0084

[email protected]

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Ministério Público do Paraná recorre, e TJPR aumenta de 17 para 33 anos pena de homem condenado por homicídio qualificado ocorrido em Guaíra em 2022
Ministério Público do Paraná recorre, e TJPR aumenta de 17 para 33 anos pena de homem condenado por homicídio qualificado ocorrido em Guaíra em 2022
Ministério Público do Paraná denuncia homem que tentou matar trabalhador que limpava a fachada de um edifício em Curitiba cortando a corda que o sustentava
Ministério Público do Paraná denuncia homem que tentou matar trabalhador que limpava a fachada de um edifício em Curitiba cortando a corda que o sustentava
TJPR atende pedido do MPPR e aumenta para 24 anos e 6 meses de prisão pena imposta a homem condenado por matar a esposa a tiros em Arapongas em 2005
TJPR atende pedido do MPPR e aumenta para 24 anos e 6 meses de prisão pena imposta a homem condenado por matar a esposa a tiros em Arapongas em 2005
Tribunal do Júri condena a 42 anos de prisão empresário denunciado pelo MPPR pela morte de jogador de futebol em 2018
Tribunal do Júri condena a 42 anos de prisão empresário denunciado pelo MPPR pela morte de jogador de futebol em 2018
Em Castro, Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois homens que teriam extorquido em mais de R$ 65 mil duas vítimas idosas
Em Castro, Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois homens que teriam extorquido em mais de R$ 65 mil duas vítimas idosas
Gaeco cumpre sete ordens de busca e apreensão no âmbito da Operação Ostentare que apura tráfico de drogas em municípios do Litoral
Gaeco cumpre sete ordens de busca e apreensão no âmbito da Operação Ostentare que apura tráfico de drogas em municípios do Litoral
Gaeco cumpre três mandados de busca e apreensão em Maringá na Operação Donativos, que investiga crimes de corrupção e prevaricação, entre outros
Gaeco cumpre três mandados de busca e apreensão em Maringá na Operação Donativos, que investiga crimes de corrupção e prevaricação, entre outros
MPPR deflagra Operação Fim da Linha em investigação sobre associação criminosa ligada ao ramo de transporte escolar em Quedas do Iguaçu
MPPR deflagra Operação Fim da Linha em investigação sobre associação criminosa ligada ao ramo de transporte escolar em Quedas do Iguaçu
Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado ocorrido em 2017 em Centenário do Sul é preso e cumprirá pena em Petrolina (PE)
Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado ocorrido em 2017 em Centenário do Sul é preso e cumprirá pena em Petrolina (PE)
Judiciário condena por corrupção e lavagem de dinheiro ex-prefeito e ex-diretor da prefeitura de Mangueirinha denunciados pelo MPPR na Operação Container
Judiciário condena por corrupção e lavagem de dinheiro ex-prefeito e ex-diretor da prefeitura de Mangueirinha denunciados pelo MPPR na Operação Container
Validade de provas colhidas pelo Gaeco em 2010 no caso “Diários Secretos” é reconhecida em definitivo pelo Judiciário, com trânsito em julgado no STF
Validade de provas colhidas pelo Gaeco em 2010 no caso “Diários Secretos” é reconhecida em definitivo pelo Judiciário, com trânsito em julgado no STF
Empresário e servidora pública estadual denunciados na Operação Quadro Negro por organização criminosa e corrupção são condenados pelo Judiciário
Empresário e servidora pública estadual denunciados na Operação Quadro Negro por organização criminosa e corrupção são condenados pelo Judiciário
MPPR em Campo Largo denuncia por estupro de vulnerável e pornografia infantil professor investigado por abusar de crianças em uma escola particular
MPPR em Campo Largo denuncia por estupro de vulnerável e pornografia infantil professor investigado por abusar de crianças em uma escola particular
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três municípios do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três municípios do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três cidades do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três cidades do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
MPPR oferece denúncia por homicídios com quatro qualificadoras e ocultação de cadáver contra cinco pessoas pela morte de homem e mulher em Roncador
MPPR oferece denúncia por homicídios com quatro qualificadoras e ocultação de cadáver contra cinco pessoas pela morte de homem e mulher em Roncador
Tribunal do Júri de Umuarama condena a 86 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pela morte a facadas da esposa, do sogro e da sogra
Tribunal do Júri de Umuarama condena a 86 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pela morte a facadas da esposa, do sogro e da sogra
Gaeco cumpre mandados em Curitiba e Paranaguá em investigação sobre tráfico de drogas a partir da prescrição de medicamentos controlados de uso veterinário
Gaeco cumpre mandados em Curitiba e Paranaguá em investigação sobre tráfico de drogas a partir da prescrição de medicamentos controlados de uso veterinário
TJPR expede mandado de prisão contra homem denunciado pelo MPPR e condenado pelo Judiciário por homicídio qualificado em Centenário do Sul
TJPR expede mandado de prisão contra homem denunciado pelo MPPR e condenado pelo Judiciário por homicídio qualificado em Centenário do Sul
Tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar é denunciado criminalmente pelo MPPR por assédio sexual praticado contra oficial a ele subordinada
Tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar é denunciado criminalmente pelo MPPR por assédio sexual praticado contra oficial a ele subordinada

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais