CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Foto: Denis Ferreira Netto/SEDEST

Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná

Desenvolvido por técnicos da Coordenadoria de Gestão Econômica e Territorial da Sedest, o painel foi construído unificando bases de dados de diferentes origens, como o Sistema......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Foto: Denis Ferreira Netto/SEDEST

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável (Sedest), lançou nesta semana o Painel de Resíduos Sólidos Ubanos, uma ferramenta online que permite acompanhar a situação dos aterros sanitários, apoiar os municípios na gestão deste tipo de resíduos em todo o Paraná e contribuir para a busca de soluções compartilhadas. Ele está dentro da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Desenvolvido por técnicos da Coordenadoria de Gestão Econômica e Territorial da Sedest, o painel foi construído unificando bases de dados de diferentes origens, como o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), o Formulário de Resíduos Sólidos e Barracões de Cooperativas (enviado aos municípios pela Sedest e pelo Ministério Público em julho de 2023), além do levantamento dos próprios técnicos da Sedest sobre os consórcios e as regiões metropolitanas do Estado.

“Essa ferramenta é um instrumento de transparência e de gestão que vai nos ajudar a avaliar a situação dos resíduos sólidos no Paraná”, afirmou o secretário do Desenvolvimento Sustentável, Valdemar Bernardo Jorge.

Segundo ele, a ideia do painel é servir de instrumento de gestão para os municípios e facilitar a busca de soluções conjuntas. “Queremos incentivar os municípios a adotarem boas práticas, a se adequarem à legislação e a promoverem a sustentabilidade ambiental e social. O Paraná é um exemplo para o Brasil nessa área e queremos continuar avançando”, complementou.

FUNCIONAMENTO – A ferramenta possui duas abas principais: Estrutura e Gestão de RSU. Em Estrutura, o usuário pode visualizar no mapa do Paraná a distribuição dos estabelecimentos do setor de gestão de resíduos, como aterros sanitários, usinas de compostagem, unidades de triagem e transbordo e barracões de cooperativas. Também é possível verificar a quantidade de relações “origem-destino”, ou seja, quantos municípios encaminham seus resíduos para cada aterro sanitário.

Na aba Gestão de RSU, o usuário pode acessar indicadores agregados de duas formas: pelos Consórcios Intermunicipais de Resíduos Sólidos e pelo Grupo R20 – que reúne representantes dos 399 municípios para troca de informações, busca de soluções para coleta seletiva, reciclagem de materiais, logística reversa e outras alternativas. 

Os indicadores encontrados nestas duas fontes mostram o percentual de municípios que possuem planos municipais de gestão integrada de resíduos sólidos e planos municipais de resíduos sólidos e saneamento.

Além disso, o usuário pode consultar dados de cooperativas de reciclagem existentes no Paraná, como número de cooperados, montante gasto com salários e quantidade de material recolhido. Com isso, pode rapidamente ter um panorama da gestão de RSU, em uma visão por município e uma visão agregada por consórcio e R20. Isso vai facilitar a tomada de decisões e a elaboração de políticas públicas voltadas para o tema.

Como os dados foram obtidos por meio de informações também dos próprios municípios, a solicitação de atualizações por meio dos agentes municipais responsáveis por RSU podem ser efetuadas via e-mail.

AÇÕES DE DESTAQUE – Essa ferramenta de gestão é mais uma das inúmeras contribuições da Sedest para ajudar as prefeituras na gestão de resíduos. Em 2023, o Estado buscou ampliar a parceria para a logística reversa das embalagens de agrotóxicos pós-consumo. O objetivo foi aumentar a rastreabilidade das embalagens em circulação para que sejam descartadas de forma adequada. No Paraná, o índice de devolução é de 99%. Somente no ano passado, foram 6,5 mil toneladas de embalagens recolhidas de maneira adequada.

O Estado possui, também, quatro parcerias com entidades gestoras, com vigências até o ano de 2031, nas áreas de baterias de chumbo ácido e suas embalagens pós consumo; lâmpadas pós-consumo; papel e celulose e embalagens de aço. Como exemplo, no ano passado foram contabilizadas 15 mil toneladas de baterias pós-consumo recolhidas e 1,12 milhão de unidades de lâmpadas.

Também em 2023 foram retomadas as reuniões do Grupo R-20. Esse é um instrumento fundamental para atingir o objetivo de fortalecer a cadeia de logística reversa, bem como o diálogo e a troca de experiências sobre gestão de resíduos sólidos entre os municípios integrantes do R-20. Na 17ª reunião ordinária realizada em novembro, participaram prefeitos e representantes de 130 municípios.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Tecnologia verde: Piana conhece máquina de compostagem acelerada em Tijucas do Sul
Tecnologia verde: Piana conhece máquina de compostagem acelerada em Tijucas do Sul
Máquina de compostagem acelerada é apresentada ao governador em exercício
Máquina de compostagem acelerada é apresentada ao governador em exercício
Com palestra de especialistas, comitês de bacias hidrográficas se reúnem na semana que vem
Com palestra de especialistas, comitês de bacias hidrográficas se reúnem na semana que vem
Período mais seco: IAT faz alerta sobre incêndios nas Unidades de Conservação do Paraná
Período mais seco: IAT faz alerta sobre incêndios nas Unidades de Conservação do Paraná
IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024
IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024
Na trilha e não no trilho: IAT reforça proibição de caminhar na linha férrea do Pico Marumbi
Na trilha e não no trilho: IAT reforça proibição de caminhar na linha férrea do Pico Marumbi
Municípios que recebem ICMS ecológico têm até 30 de abril para regularizar cadastro
Municípios que recebem ICMS ecológico têm até 30 de abril para regularizar cadastro
Haddad vê Alemanha como parceiro promissor na transição energética
Haddad vê Alemanha como parceiro promissor na transição energética
Operação Quaresma II, do IAT, aplica R$ 1,2 milhão em multas por crimes ambientais
Operação Quaresma II, do IAT, aplica R$ 1,2 milhão em multas por crimes ambientais
Comitês de Bacias Hidrográficas se reúnem para discutir a gestão de rios do Paraná
Comitês de Bacias Hidrográficas se reúnem para discutir a gestão de rios do Paraná
Nova fase do CastraPet vai atender mais de 30 mil cães e gatos em 165 cidades do Paraná
Nova fase do CastraPet vai atender mais de 30 mil cães e gatos em 165 cidades do Paraná
Novo boletim: obras de revitalização da Orla de Matinhos atingem 94% em março
Novo boletim: obras de revitalização da Orla de Matinhos atingem 94% em março
Multas, proibições e restrições: penalidades administrativas para crimes ambientais são severas
Multas, proibições e restrições: penalidades administrativas para crimes ambientais são severas
Governador discute parcerias ambientais com o velejador Vilfredo Schürmann
Governador discute parcerias ambientais com o velejador Vilfredo Schürmann
Segunda etapa de inspeção nas barragens do Paraná já concluiu 81% do trabalho
Segunda etapa de inspeção nas barragens do Paraná já concluiu 81% do trabalho
Governo divulga cartilha para orientar coleta seletiva na administração pública
Governo divulga cartilha para orientar coleta seletiva na administração pública
Prazo para o preenchimento da plataforma Contabilizando Resíduos é prorrogado até julho
Prazo para o preenchimento da plataforma Contabilizando Resíduos é prorrogado até julho
Parques estaduais vão funcionar normalmente durante todo o feriado de Páscoa
Parques estaduais vão funcionar normalmente durante todo o feriado de Páscoa
Comitês de Bacias Hidrográficas do Paraná retomam atividades com reuniões técnicas em abril
Comitês de Bacias Hidrográficas do Paraná retomam atividades com reuniões técnicas em abril
Fim da contagem regressiva: temporada do pinhão começa dia 1º de abril no Paraná
Fim da contagem regressiva: temporada do pinhão começa dia 1º de abril no Paraná
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais