CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Com 948 alunos, rede estadual representa 39% dos aprovados no vestibular da UTFPR
Carlos Eduardo Alves da Silva, de 19 anos, foi aprovado no 1º lugar, por cota de escola pública, no curso de Engenharia Civil.Foto: Lucas Fermin/SEED

Com 948 alunos, rede estadual representa 39% dos aprovados no vestibular da UTFPR

Carlos Eduardo Alves da Silva, de 19 anos, é um deles. Egresso do curso Técnico Integrado de Edificações do Colégio Estadual do Paraná (CEP), o jovem......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Com 948 alunos, rede estadual representa 39% dos aprovados no vestibular da UTFPR
Carlos Eduardo Alves da Silva, de 19 anos, foi aprovado no 1º lugar, por cota de escola pública, no curso de Engenharia Civil.Foto: Lucas Fermin/SEED

Assim como nos resultados do vestibular 2024 da Universidade Federal do Paraná (UFPR), com 46% de aprovados oriundos da rede estadual, os alunos das escolas públicas estaduais se destacaram no vestibular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), conquistando 39% das aprovações. Ao todo, 7.642 estudantes se inscreveram e 2.420 foram aprovados. Destes 948 são da rede estadual de ensino.

Carlos Eduardo Alves da Silva, de 19 anos, é um deles. Egresso do curso Técnico Integrado de Edificações do Colégio Estadual do Paraná (CEP), o jovem foi aprovado no 1º lugar, por cota de escola pública, no curso de Engenharia Civil. Paraibano, filho de uma dona de casa e de um segurança, residente em Curitiba desde 2011, o jovem relata que a família sempre lidou com dificuldades, mas que a educação foi um ponto de grande atenção em sua trajetória. 

“Nem consigo enumerar quantas coisas meu pai já fez. Quando eu era pequeno, ele foi caminhoneiro, pedreiro, catador de melão, tudo o que você imaginar na vida. Quando a gente chegou em Curitiba, ele começou a trabalhar como segurança e continua nessa área”, afirma.

Carlos já atua na área de construções, e enquanto cursava o Ensino Médio trabalhava e estudava, numa rotina dividida entre os deslocamentos de sua casa, em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), até o colégio e, depois, ao emprego, no Boqueirão.

Por conta do tempo escasso, o rapaz relata que não tinha uma rotina de estudos em casa, nem fez cursinho pré-vestibular. “Foi o que eu vi em sala de aula que me ajudou. No ano passado eu tinha feito vestibular de inverno como treino, mas esse de agora foi bem mais difícil. Fui para as provas com os conteúdos vistos em sala de aula, não conseguia estudar em casa”, afirma.

Entusiasmado para iniciar a nova etapa da vida acadêmica, Carlos conta que cursar Engenharia Civil é um sonho de infância. “Eu sempre quis fazer. Acredito que o mundo não seria o mesmo sem os engenheiros. Sempre gostei da ideia de resolver, solucionar problemas”, diz.

O estudante ainda ressalta que sua formação no Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio fez diferença em sua vida. “Posso afirmar que essa capacitação me coloca em posição de  vantagem em relação aos futuros colegas de graduação que não têm conhecimento prévio na área da construção civil, já que o curso técnico em edificações forneceu uma vivência do trabalho prático em projetos e obras”, destaca.

“Os professores tiveram papel fundamental na minha formação desde profissionalmente até como eu sou hoje, como pessoa. Saio do CEP bem diferente. A ideia que eu tinha das coisas, do mundo, as aulas de ética profissional, por exemplo, conseguiram abrir mais o meu leque de pensamentos”, finaliza Carlos.

ENSINO TÉCNICO NA REDE – A aposta na capacitação técnica está trazendo profundas mudanças na vida de muitos alunos da rede estadual. Apenas em 2024 são 50 mil vagas em todas as regiões. Com mais de 30 cursos disponíveis, equipados com laboratórios e materiais de última geração, a oferta de vagas vem crescendo de forma significativa. Em 2021, eram cerca de 14 mil vagas; no ano seguinte, saltaram para 29 mil e, em 2023, atingiram a marca de 38 mil.

“Essas aulas estão definindo as escolhas de muitos alunos, tanto para ingressar imediatamente no mercado de trabalho quanto para prosseguir os estudos no ensino superior, como escolheu Carlos”, afirma Roni Miranda, secretário de Estado da Educação.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Livro O Avesso da Pele voltará às escolas de Goiás e do Paraná
Livro O Avesso da Pele voltará às escolas de Goiás e do Paraná
Nova campanha alerta comunidade escolar sobre importância da frequência
Nova campanha alerta comunidade escolar sobre importância da frequência
Campanha conscientiza comunidade escolar sobre importância da frequência
Campanha conscientiza comunidade escolar sobre importância da frequência
Com redações, alunos de colégio de Campo Magro criaram livro para combater o bullying
Com redações, alunos de colégio de Campo Magro criaram livro para combater o bullying
Ganhando o Mundo 2025: com 5,7 mil inscritos, processo de seleção vai até 19 de abril
Ganhando o Mundo 2025: com 5,7 mil inscritos, processo de seleção vai até 19 de abril
Alunos da rede estadual com Transtorno do Espectro Autista recebem educação inclusiva
Alunos da rede estadual com Transtorno do Espectro Autista recebem educação inclusiva
Paranaense conquista prata em olimpíada de matemática promovida por ex-alunos do ITA
Paranaense conquista prata em olimpíada de matemática promovida por ex-alunos do ITA
MEC notifica universidades que têm cursos de medicina sem autorização
MEC notifica universidades que têm cursos de medicina sem autorização
Professores da rede estadual têm mais de 90% de aprovação entre pais e estudantes
Professores da rede estadual têm mais de 90% de aprovação entre pais e estudantes
Secretaria da Educação lança caderno para estudo da cultura afro-paranaense nas escolas
Secretaria da Educação lança caderno para estudo da cultura afro-paranaense nas escolas
Merenda escolar tem aprovação superior a 84% entre os estudantes e pais no Paraná
Merenda escolar tem aprovação superior a 84% entre os estudantes e pais no Paraná
Profissionais da educação recebem capacitação do programa Formadores em Ação
Profissionais da educação recebem capacitação do programa Formadores em Ação
Mais de 90% de pais e estudantes estão satisfeitos com a rede estadual de educação
Mais de 90% de pais e estudantes estão satisfeitos com a rede estadual de educação
Secretaria de Estado da Educação terá nova sede em Curitiba
Secretaria de Estado da Educação terá nova sede em Curitiba
CEP vira cartório eleitoral por uma semana em ação para emissão de títulos para jovens
CEP vira cartório eleitoral por uma semana em ação para emissão de títulos para jovens
Na rede ou escolas parceiras, educação de pessoas com Down tem a marca da inclusão
Na rede ou escolas parceiras, educação de pessoas com Down tem a marca da inclusão
Rio: atividades culturais e esportivas marcam Dia da Síndrome de Down
Rio: atividades culturais e esportivas marcam Dia da Síndrome de Down
Com 89 mil estudantes do ensino médio elegíveis, Paraná adere ao programa Pé-de-Meia
Com 89 mil estudantes do ensino médio elegíveis, Paraná adere ao programa Pé-de-Meia
Entenda críticas ao PL do ensino médio no Congresso Nacional
Entenda críticas ao PL do ensino médio no Congresso Nacional
Estudantes da rede estadual agora podem pedir transferência de colégio de forma online
Estudantes da rede estadual agora podem pedir transferência de colégio de forma online
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais