CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Paraná alcança menor número de roubos da história em 2023
Paraná alcança menor número de roubos da história em 2023Foto: AEN

Paraná alcança menor número de roubos da história em 2023

De acordo com os dados reunidos no Centro de Análise, Planejamento e Estatística da Sesp, o índice de roubos deste ano também é menor que o......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Paraná alcança menor número de roubos da história em 2023
Paraná alcança menor número de roubos da história em 2023Foto: AEN

O Paraná registrou 20.246 roubos de janeiro a outubro deste ano. Esse é o menor registro desde o começo da série histórica da Secretaria de Segurança Pública, em 2007. Naquele ano foram, de janeiro a outubro, 46.137 casos, ou seja, diferença de 56%. O pico da série foi em 2016, com 74.076 casos. Desde então houve redução ano a ano e de 2020 a 2023 o número ficou abaixo de 30 mil.

De acordo com os dados reunidos no Centro de Análise, Planejamento e Estatística da Sesp, o índice de roubos deste ano também é menor que o mesmo período do ano anterior, janeiro a outubro de 2022, que teve 21.465 ocorrências (-5,6%).

A queda no volume de casos em relação ao ano passado pode ser percebida em todas as modalidades do crime: roubo a comércio (de 2.864 para 2.380, uma redução de 18%), residência (de 2.187 para 1.854, queda de 15%) e veículos (de 2.902 para 2.654, ou 8,5%). 

Todas as regiões registraram indicadores positivos neste ano. Em Londrina, no Norte do Estado, a redução foi de 36,5% (de 1.238 em 2022 e para 786 em 2023). Maringá também acompanhou a tendência de queda, com redução de 21% nas ocorrências do crime (de 943 para 744). Em Apucarana, a redução foi de 29%, ou 74 registros, de 255 para 181.

Araucária, Colombo, Campo Largo e Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, também tiveram queda nas estatísticas de roubos. Em Araucária, a queda foi de 51% (de 416 para 204); em Colombo, de 20,5% (de 653 para 519); em Campo Largo, de 27% (de 223 para 163); e em Almirante Tamandaré, de 3,9% (de 257 para 247).

Outra região com menos casos foi Guarapuava, com 47 roubos a menos no período, uma queda de 25,8% (de 182 para 135). Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, teve queda de 26,8%, 59 ocorrências a menos do crime (de 220 para 161). No Litoral do Estado o destaque ficou com Paranaguá com 56 roubos a menos, uma redução de 11% no período comparativo (de 506 para 450).  

“As estatísticas comprovam que estamos no caminho certo, trabalhando diariamente com operações, patrulhamento, investigações, tudo para que o paranaense possa circular com tranquilidade. Já tivermos um grande resultado na redução de homicídios em 2023. Com integração das polícias e uma visão estratégica vamos melhorar ainda mais”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira.

FURTOS – O número de furtos também registrou queda de 7,7% em todo o Paraná entre um ano e outro. Foram 149.228 de janeiro a outubro de 2022 e 137.744 no mesmo período de 2023). A redução também ocorreu nos furtos a comércio (de 13.581 para 12.965, uma redução de 4,5%), residência (de 27.975 para 25.736, ou 8%) e veículos (de 11.357 para 10.576, 6,8%). 

Em Curitiba, a redução no volume de furtos foi de 3,7%: 44.531 de janeiro a outubro de 2022 e 42.936 no mesmo período deste ano. Já em Londrina, a queda foi de 10,8% (de 8.561 para 7.636). Ponta Grossa, nos Campos Gerais, apresentou uma redução de 5,6% para o período, passando de 5.283 para 4.987. Em Paranaguá, no Litoral, foram 714 furtos a menos (de 3.161 para 2.447, uma queda de 22,5%).  

São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, registrou 3.999 ocorrências do crime em 2022 e 3.626 no mesmo período deste ano, uma redução de 9,3%. Colombo também assistiu diminuição nos dez meses deste ano: 18,4% (de 2.720 para 2.219). Na 2ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP), com sede em São José dos Pinhais e correspondente a 22 municípios da RMC, foram mais de três mil furtos a menos, de 17.350 para 14.902, uma queda de 14%.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Ação na Baixada Santista registra 28 mortes e 700 prisões em fevereiro
Ação na Baixada Santista registra 28 mortes e 700 prisões em fevereiro
Bombeiros do Paraná participam de competição internacional de salvamento em altura pela 1ª vez
Bombeiros do Paraná participam de competição internacional de salvamento em altura pela 1ª vez
Relato de professor sobre rigidez em penitenciária viraliza na web
Relato de professor sobre rigidez em penitenciária viraliza na web
PCPR prende integrantes de grupo criminoso que entregava drogas com serviço de delivery
PCPR prende integrantes de grupo criminoso que entregava drogas com serviço de delivery
Combate às milícias precisa ter investigação de policiais e políticos
Combate às milícias precisa ter investigação de policiais e políticos
São Vicente cancela carnaval de rua por falta de segurança
São Vicente cancela carnaval de rua por falta de segurança
Polícia Penal faz operação de combate à comunicação ilícita em dez unidades do Paraná
Polícia Penal faz operação de combate à comunicação ilícita em dez unidades do Paraná
Polícia Militar apreende 30 quilos de cocaína e armas em casa suspeita em Curitiba
Polícia Militar apreende 30 quilos de cocaína e armas em casa suspeita em Curitiba
Com início do Projeto Falcão, BPMOA registra aumento de 62% no número de missões aéreas
Com início do Projeto Falcão, BPMOA registra aumento de 62% no número de missões aéreas
Ibaiti inaugura o primeiro Quartel de Bombeiro Integrado do Paraná
Ibaiti inaugura o primeiro Quartel de Bombeiro Integrado do Paraná
Comitiva da UNODC que trabalha com sistema prisional visita unidades do Paraná
Comitiva da UNODC que trabalha com sistema prisional visita unidades do Paraná
Dino ressalta recuo em crimes letais em 2023 no último dia no MJ
Dino ressalta recuo em crimes letais em 2023 no último dia no MJ
Polícia Civil localiza em MG criança paranaense que estava desaparecida desde o dia 11
Polícia Civil localiza em MG criança paranaense que estava desaparecida desde o dia 11
Mais de 200 policiais atuam em operação da PCPR contra o tráfico de drogas
Mais de 200 policiais atuam em operação da PCPR contra o tráfico de drogas
Brasil fica atrás de países do G20 no quesito segurança pública
Brasil fica atrás de países do G20 no quesito segurança pública
Mulheres privadas de liberdade produzem fantasias para escola de samba de Curitiba
Mulheres privadas de liberdade produzem fantasias para escola de samba de Curitiba
Mulheres privadas de liberdade produzem fantasias e itens para alegoria de escola de samba
Mulheres privadas de liberdade produzem fantasias e itens para alegoria de escola de samba
Permanência da Força Nacional no Rio é oficializada até março
Permanência da Força Nacional no Rio é oficializada até março
Uso do reconhecimento facial preocupa entidades
Uso do reconhecimento facial preocupa entidades
Perda de placa de veículo em alagamento deve ser registrada na Polícia Civil
Perda de placa de veículo em alagamento deve ser registrada na Polícia Civil

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais