CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Paraná apresenta estratégias de conservação da Mata Atlântica na COP28
Governo do Paraná apresenta estratégias e incentivos à conservação da Mata Atlântica na COP28Foto: Patryck Madeira/SEDEST

Paraná apresenta estratégias de conservação da Mata Atlântica na COP28

O secretário explicou que o Paraná vem desenvolvendo há décadas políticas dirigidas aos objetivos de mitigação climática, com ênfase no papel das florestas como sumidouros de......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Paraná apresenta estratégias de conservação da Mata Atlântica na COP28
Governo do Paraná apresenta estratégias e incentivos à conservação da Mata Atlântica na COP28Foto: Patryck Madeira/SEDEST

O Governo do Paraná participou neste final de semana do Painel Abema no Espaço Brasil na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023 (COP28). As discussões envolveram “Florestas e Bioeconomia”. O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável, Valdemar Bernardo Jorge, foi o painelista convidado para falar sobre as “Estratégias e Incentivos à Conservação da Mata Atlântica no Paraná”.

O secretário explicou que o Paraná vem desenvolvendo há décadas políticas dirigidas aos objetivos de mitigação climática, com ênfase no papel das florestas como sumidouros de carbono e serviços ambientais. Ele citou como exemplos o ICMS-Ecológico, instituído em 1998 como o primeiro estado a criar uma política fiscal com critério ambiental; e o Biocrédito, criado por meio da Lei do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) e da Lei de Mudanças Climáticas, em 2012.

O resultado desse esforço pela restauração de mais de 30 anos já pode ser observado pelo estudo mais da SOS Mata Atlântica e do INPE, que apontou que o Paraná foi o estado com maior regeneração de vegetação nativa entre 1985 e 2015, graças aos 19 viveiros próprios que produzem mais de 100 espécies, com destaque para as ameaçadas de extinção, e do trabalho de educação ambiental, licenciamento e fiscalização, conduzidos em parceria com o Instituto Água e Terra (IAT).

“Discutimos formas de financiamento para os estados que mantêm as florestas em pé. Também pudemos apresentar nosso modelo de política ambiental, que concilia produção e conservação ambiental”, afirmou.

Além disso o secretário reforçou as ações contra o desmatamento ilegal no Estado. Neste ano o Paraná alcançou o segundo lugar nacional em redução da supressão vegetal, com queda de 64% entre janeiro e agosto deste ano no comparativo com o mesmo período do ano passado, segundo a Fundação SOS Mata Atlântica. “Além de sermos um modelo de produção agrícola de baixo carbono, estamos trabalhando fortemente para evitar o desmatamento ilegal”, afirmou.

Tendo a Mata Atlântica como bioma focal de ação, o secretário ressaltou, no painel, a importância de fomentar o debate sobre mecanismos de incentivos à conservação, como o PSA, como indutor para a restauração e conservação de paisagens fragmentadas e sua potencialidade para a formação de Corredores Ecológicos e adaptação de espécies frente às mudanças climáticas. Ele também falou sobre o Comitê Intersecretarial de Mudanças Climáticas instituído pelo Governo do Paraná.

Como próximos passos, o secretário também anunciou a perspectiva da formação do Macro Corredor Ecológico para o Rio Iguaçu. “O intuito é incrementar as conexões entre os remanescentes existentes e prioritários ao longo do rio, visando conectar o Parque Nacional do Iguaçu à Grande Reserva da Mata Atlântica, uma iniciativa voluntária para promover ações de desenvolvimento regional focadas na economia de natureza, demonstrando a viabilidade do uso sustentável”, explicou.

BIODIVERSIDADE – O Paraná se destaca pela sua rica biodiversidade e pela sua atuação pioneira em políticas públicas voltadas para a proteção e restauração das florestas. O Estado possui 29% de seu território com cobertura de vegetação nativa de Mata Atlântica, cerca de 5,8 milhões de hectares de florestas nativas. As Unidades de Conservação no Estado representam mais de 2 milhões de hectares, sendo que 327 são Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), que já correspondem a 33% da área das Unidades de Conservação de proteção integral estaduais.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

BID e Banco Central assinam termo para apoiar investimentos verdes
BID e Banco Central assinam termo para apoiar investimentos verdes
Com superpostes, Estado começa instalar novo sistema de iluminação na Orla de Matinhos
Com superpostes, Estado começa instalar novo sistema de iluminação na Orla de Matinhos
Primeira reunião do R-20 de 2024 acontece em março e terá foco na logística reversa
Primeira reunião do R-20 de 2024 acontece em março e terá foco na logística reversa
Programa de capacitação profissional da Orla de Matinhos oferece 155 vagas no Litoral
Programa de capacitação profissional da Orla de Matinhos oferece 155 vagas no Litoral
Paraná firma acordo com instituto Water For Food para gestão de recursos hídricos
Paraná firma acordo com instituto Water For Food para gestão de recursos hídricos
Técnicos do IAT resgatam gambá ferido em Pitanga, na região Central do Estado
Técnicos do IAT resgatam gambá ferido em Pitanga, na região Central do Estado
Com novo poço, IAT viabiliza água potável para metade da população de Itambaracá
Com novo poço, IAT viabiliza água potável para metade da população de Itambaracá
Reforma da ONU é uma das prioridades do Brasil em reunião do G20
Reforma da ONU é uma das prioridades do Brasil em reunião do G20
G20: Brasil quer promoção do trabalho decente para inclusão social
G20: Brasil quer promoção do trabalho decente para inclusão social
Orla de Matinhos: Justiça Federal permite que IAT retome obra em trecho de 600 metros
Orla de Matinhos: Justiça Federal permite que IAT retome obra em trecho de 600 metros
Com revitalização da Orla, canal do Rio Matinhos vira refúgio para biguás e garças
Com revitalização da Orla, canal do Rio Matinhos vira refúgio para biguás e garças
Com participação do Paraná, Consórcio Verde aprova plano de trabalho e orçamento do ano
Com participação do Paraná, Consórcio Verde aprova plano de trabalho e orçamento do ano
IAT indica redução de 71,5% na área de Mata Atlântica desmatada em 2023
IAT indica redução de 71,5% na área de Mata Atlântica desmatada em 2023
Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024
Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024
Governo convida organizações da sociedade civil para o Conselho de Direitos Animais
Governo convida organizações da sociedade civil para o Conselho de Direitos Animais
Após chuvas intensas, IAT alerta sobre riscos da trilha do Parque Estadual Pico Paraná
Após chuvas intensas, IAT alerta sobre riscos da trilha do Parque Estadual Pico Paraná
IAT de Pato Branco resgata 39 aves da espécie Azulão em criadouro irregular
IAT de Pato Branco resgata 39 aves da espécie Azulão em criadouro irregular
Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Com distribuição recorde, Paraná vai alcançar 10 milhões de mudas plantadas em 2024
Com distribuição recorde, Paraná vai alcançar 10 milhões de mudas plantadas em 2024
Rio das Pombas: Pontal do Paraná vai ganhar Unidade de Conservação estadual
Rio das Pombas: Pontal do Paraná vai ganhar Unidade de Conservação estadual

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais