CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a IAT participa da última etapa de repovoamento de alevinos na Represa dos Alagados
O escritório regional do Instituto Água e Terra (IAT) de Ponta Grossa auxiliou na última etapa de soltura de alevinos no manancial da Represa dos AlagadosFoto: IAT Ponta Grossa

IAT participa da última etapa de repovoamento de alevinos na Represa dos Alagados

A represa foi repovoada com 5 mil alevinos da espécie Piapara (Leporinus elongatus) e 5 mil da espécie Curimbas (Prochilodus lineatus). Somando com a ação anterior,......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a IAT participa da última etapa de repovoamento de alevinos na Represa dos Alagados
O escritório regional do Instituto Água e Terra (IAT) de Ponta Grossa auxiliou na última etapa de soltura de alevinos no manancial da Represa dos AlagadosFoto: IAT Ponta Grossa

O escritório regional do Instituto Água e Terra (IAT) de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, participou nesta quinta-feira (30) da última etapa de soltura de alevinos no manancial da Represa dos Alagados, que abrange os municípios de Ponta Grossa, Carambeí e Castro. A ação envolveu 10 mil peixes em seus primeiros meses de vida e é um compromisso de compensação ambiental por parte da Sanepar com o órgão ambiental.

A represa foi repovoada com 5 mil alevinos da espécie Piapara (Leporinus elongatus) e 5 mil da espécie Curimbas (Prochilodus lineatus). Somando com a ação anterior, realizada há duas semanas, o manancial recebeu 40 mil alevinos.

No mesmo período, em Campo Mourão, na região Centro-Oeste, houve a soltura de 50 mil alevinos de espécies nativas pela hidrelétrica Usina Mourão no reservatório do Parque Estadual Lago Azul.

RIO VIVO – O Governo do Estado planeja soltar mais 10 milhões de peixes nativos nos diferentes rios que cortam o Paraná até 2026. A ação faz parte da segunda etapa do Programa Rio Vivo, lançado originalmente em 2019 pelo Instituto Água e Terra (IAT), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável (Sedest).

A prática, também conhecida como repeixamento, visa a preservação da vida aquática nas 16 bacias hidrográficas do Estado, garantindo o equilíbrio da fauna com a recuperação de espécies em declínio populacional. A medida colabora, ainda, para a preservação da água para a população.

Esta nova fase do Rio Vivo foi responsável pelo incremento de 275% do repeixamento em relação à etapa inicial, entre 2019 e 2022, quando foram distribuídos cerca de 2,675 milhões de espécies como dourado, pintado, piau, piapara, jundiá, traíra, lambari entre outras.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Governo convida organizações da sociedade civil para o Conselho de Direitos Animais
Governo convida organizações da sociedade civil para o Conselho de Direitos Animais
Após chuvas intensas, IAT alerta sobre riscos da trilha do Parque Estadual Pico Paraná
Após chuvas intensas, IAT alerta sobre riscos da trilha do Parque Estadual Pico Paraná
IAT de Pato Branco resgata 39 aves da espécie Azulão em criadouro irregular
IAT de Pato Branco resgata 39 aves da espécie Azulão em criadouro irregular
Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Com distribuição recorde, Paraná vai alcançar 10 milhões de mudas plantadas em 2024
Com distribuição recorde, Paraná vai alcançar 10 milhões de mudas plantadas em 2024
Rio das Pombas: Pontal do Paraná vai ganhar Unidade de Conservação estadual
Rio das Pombas: Pontal do Paraná vai ganhar Unidade de Conservação estadual
Após parecer técnico, IAT reabre Gruta dos Jesuítas para visitantes
Após parecer técnico, IAT reabre Gruta dos Jesuítas para visitantes
Aplicativo para solicitar mudas de plantas produzidas pelo IAT chega à App Store 
Aplicativo para solicitar mudas de plantas produzidas pelo IAT chega à App Store 
Animal silvestre em casa? Veja o que fazer se receber uma visita inesperada neste verão
Animal silvestre em casa? Veja o que fazer se receber uma visita inesperada neste verão
IAT alerta para risco de ataque de abelhas na trilha que leva à Montanha da Ciririca
IAT alerta para risco de ataque de abelhas na trilha que leva à Montanha da Ciririca
Embrapa: castanha impulsiona desenvolvimento sustentável na Amazônia
Embrapa: castanha impulsiona desenvolvimento sustentável na Amazônia
Unidades de Conservação do Paraná vão funcionar em horário normal no Natal e ano novo
Unidades de Conservação do Paraná vão funcionar em horário normal no Natal e ano novo
Após investimento de R$ 1,2 milhão, Estado entrega parque urbano a Andirá
Após investimento de R$ 1,2 milhão, Estado entrega parque urbano a Andirá
Tudo por WhatsApp: IAT muda forma de reserva para o camping no Pico do Marumbi
Tudo por WhatsApp: IAT muda forma de reserva para o camping no Pico do Marumbi
Paraná mais verde: nova orla de Matinhos ganha 3,6 mil árvores
Paraná mais verde: nova orla de Matinhos ganha 3,6 mil árvores
Grupo do IAT que atuará no licenciamento das obras das concessões inicia planejamento
Grupo do IAT que atuará no licenciamento das obras das concessões inicia planejamento
Paraná conquista 2º lugar em prêmio nacional de turismo sustentável
Paraná conquista 2º lugar em prêmio nacional de turismo sustentável
Após três anos, IAT reabre espaço para camping no Pico do Marumbi
Após três anos, IAT reabre espaço para camping no Pico do Marumbi
Com forte influência do El Niño, Simepar prevê verão com ondas intensas de calor e chuvas
Com forte influência do El Niño, Simepar prevê verão com ondas intensas de calor e chuvas
Onça-parda é resgatada no centro de Indianópolis por técnicos do IAT
Onça-parda é resgatada no centro de Indianópolis por técnicos do IAT

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais