CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Fãs de Taylor Swift se unem para homenagear e ‘pedir justiça’ para Ana Clara Benevides

A decisão veio após o público se revoltar pela Time for Fun (T4F), a equipe da cantora e a própria artista não mencionarem o nome de...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

Fãs da Taylor Swift se organizam para homenagear e “pedir justiça” pela morte de Ana Clara Benevides, de 23 anos, após ela passar mal e morrer no show de sexta-feira, 17, no Rio de Janeiro. Ela foi levada ao hospital, mas teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

A decisão veio após o público se revoltar pela Time for Fun (T4F), a equipe da cantora e a própria artista não mencionarem o nome de Ana Clara no show seguinte, que ocorreu no domingo, 19. Os fãs querem fazer essa homenagem na apresentação desta segunda-feira, 20, depois de Taylor Swift cantar “Champagne problems”, música do disco Folklore, de 2020.

“Em resposta ao silêncio da Tickets for Fun (T4F), da equipe da Taylor e da própria Taylor, e em busca de ações por parte desses para promover o mínimo de conforto e paz para a família de Ana Benevides, estaremos nos organizando para, no show de hoje (20 de novembro), após Champagne Problems, o momento que geralmente reservamos para ovacionar a Taylor, seja feito e mantido o máximo de silêncio possível em memória à Ana e protesto pela falta de posicionamento que, infelizmente, não condiz com a artista que sempre amamos”, escreveram nas redes sociais. Leia o comunicado aqui.

O fã-clube pede para serem feitas placas com a frase escrita “Justice for Ana” (justiça para Ana, em tradução livre). A ideia é levantar os cartazes o momento de silêncio. “Podem ser impressas ou mostradas em aplicativos dos celulares”, destaca o comunicado.

O show de sexta-feira, 17, ocorreu no mesmo dia em que o Rio de Janeiro registrou recorde de sensação térmica, que chegou próximo aos 60ºC, segundo o AlertaRio. Taylor Swift, inclusive, parou a apresentação algumas vezes para pedir para sua equipe entregar água para os fãs.

O Estadão entrou em contato com a T4F para saber o posicionamento da empresa sobre a mobilização. O espaço segue em aberto.

Entenda o caso

Com um público de cerca de 60 mil pessoas, o primeiro show da turnê “The Eras Tour” da cantora Taylor Swift no Brasil ficou marcado por uma tragédia na noite na sexta-feira. Ana Clara Benevides, de 23 anos, era fã da artista e morreu após o show no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio.

A T4F, responsável pela organização do show no Brasil, lamentou a morte e disse ter suporte à jovem. Segundo a nota da empresa, ela foi “prontamente atendida pela equipe de brigadistas e paramédicos, sendo encaminhada ao posto médico” do estádio. Em seguida, a jovem foi levada ao Hospital Salgado Filho, onde morreu depois de quase uma hora de atendimento.

No entanto, em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, a mãe da jovem, Adriana Benevides, revelou que a equipe da T4F e da Taylor não entraram em contato para prestar suporte à família. Ela estava com dificuldade para trazer o corpo da filha de volta para Mato Grosso do Sul, onde a jovem nasceu.

A Tickets For Fun, por meio de comunicado, relatou ter entrado em contato com a família de Ana Clara e reafirma estar disponível para prestar toda a assistência necessária.

Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais