CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
RJ: Museu Aeroespacial tem programação especial neste final de semana
© Musal/Divulgação

RJ: Museu Aeroespacial tem programação especial neste final de semana

O Museu Aeroespacial (Musal) do Rio de Janeiro promove, neste fim de semana, o evento Portões Abertos, em comemoração aos 150 anos do nascimento de Alberto Santos......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
RJ: Museu Aeroespacial tem programação especial neste final de semana
© Musal/Divulgação

O Museu Aeroespacial (Musal) do Rio de Janeiro promove, neste fim de semana, o evento Portões Abertos, em comemoração aos 150 anos do nascimento de Alberto Santos Dumont, considerado o pai da aviação, e os 50 anos de inauguração do maior museu de aviação do hemisfério sul. O Musal tem como missão preservar e divulgar o patrimônio cultural da Aeronáutica brasileira. Todas as atividades deste final de semana são gratuitas e têm classificação livre.

No sábado (29) e domingo (30), o público poderá assistir, a partir das 9h, à apresentação de aeronaves militares, entre as quais a KC-390 (novo avião de transporte), o helicóptero H-36 Caracal e os Caças F-5. Também haverá demonstração de aeronaves civis acrobáticas como a T-6, da Helisul e da Hangar 33, a RV-8 do Comandante Ferrari e os Super Decathlon da Esquadrilha ACRO.

O evento contará com a participação especial do Comandante Francis Barros, pentacampeão brasileiro de acrobacias aéreas, além da Esquadrilha CEU. As atrações incluem ainda exposição histórica de aviões, em particular da réplica do caça Gripen, da Força Aérea Brasileira (FAB); oficinas educativas para todas as idades e praça de alimentação.

Para hoje está programada também uma demonstração aérea da Esquadrilha da Fumaça – da Força Aérea Brasileira (FAB) –, além de um voo da réplica do Demoiselle, segunda aeronave projetada por Santos Dumont, cujo primeiro voo ocorreu em 1907.

Já para amanhã (30), uma das atrações será o voo de um North American T-6, modelo utilizado pelo Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), que foi restaurado nos últimos anos com as cores originais do esquadrão e brasão da FAB. A Demoiselle e o T-6 fazem parte do acervo de quase 20 aeronaves da Hangar 33, marca idealizada pelo empresário catarinense Dênis Luiz Lunelli.

Em maio deste ano, o empresário recebeu a honraria Fumaça Honorário, da FAB, concedida a civis e militares entusiastas da aviação que contribuem para o sucesso no cumprimento da missão da Esquadrilha da Fumaça.

“Participamos pela segunda vez do Musal com enorme satisfação, ainda mais nesta ocasião tão especial como os 150 anos de Santos Dumont, contribuindo para que o grande público tenha oportunidade de ver no ar esta maravilha projetada pelo gênio que ele foi”, afirmou Lunelli.

Fatos históricos

Nas salas temáticas do Musal, os visitantes poderão conferir fatos históricos, como a campanha da FAB na II Guerra Mundial, a atuação da mulher na aviação, a indústria brasileira de aviação, representada pela Embraer, a vida de Santos Dumont, os primórdios da aviação, entre outros.

“A história de vida, as obras e os valores do Pai da Aviação são fontes de inspiração não só no nosso país, mas em várias regiões do planeta. Suas inovações e contribuições para a aviação são celebradas até hoje.”

Sampaio afirmou que para o Museu Aeroespacial e para a Força Aérea Brasileira “é uma honra enaltecer a memória de Santos Dumont e sua contribuição para a aviação”. Avaliou que as comemorações dos 150 anos de nascimento de Santos Dumont, este ano, representam uma ocasião importante para celebrar “o trabalho e o legado desse grande brasileiro. Seus esforços pioneiros na aviação não só inspiraram outros a seguir seus passos, assim como tornaram o mundo mais conectado e acessível do que nunca”

Mais de 70 aeronaves históricas estão expostas no Museu Aeroespacial como Caudron G-3, aeronave centenária de fabricação francesa; o P-47, avião empregado em diversas missões durante a II Guerra Mundial.

Serviço

A direção do Musal incentiva a solidariedade, pedindo ao público a doação de 1 quilo de alimento não perecível. Os mantimentos arrecadados serão doados ao Instituto Casa Viva, organização que presta atendimento à população em situação de vulnerabilidade social.

O museu fica na Avenida Marechal Fontenelle, 2000, no Campo dos Afonsos, bairro Jardim Sulacap, na zona oeste do Rio de Janeiro. Haverá estacionamento nas proximidades, com vagas especiais para pessoas com deficiência (PCDs). A Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) montou um esquema especial de trânsito durante o evento.

Fonte: Agência Brasil

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais