CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Suspeita de envolvimento em morte de advogada é detida pelo Gaeco
Imagem Ilustrativa

Suspeita de envolvimento em morte de advogada é detida pelo Gaeco

A advogada foi morta em 22 de março de 2022, no carro, no bairro Contorno, com uma assessora – a suspeita havia acabado de desembarcar. Os criminosos......

Publicado em

Por CGN 1

Publicidade
Imagem referente a Suspeita de envolvimento em morte de advogada é detida pelo Gaeco
Imagem Ilustrativa

Foi presa nesta terça-feira, 25 de abril, nos Campos Gerais, uma mulher suspeita de envolvimento na morte de uma advogada. A prisão foi efetuada por uma equipe do núcleo de Ponta Grossa do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná. O crime ocorreu em março do ano passado e teria sido realizado a mando do líder de uma facção criminosa responsável por diversos homicídios em Ponta Grossa. Atualmente ele está preso no Rio de Janeiro.

A advogada foi morta em 22 de março de 2022, no carro, no bairro Contorno, com uma assessora – a suspeita havia acabado de desembarcar. Os criminosos abordaram o veículo em outro automóvel e fizeram diversos disparos – a advogada morreu no local, e a assessora ficou ferida, mas sobreviveu. O crime foi investigado pelo Setor de Homicídios da Polícia Civil do Paraná, que já havia prendido preventivamente, em março, outro acusado de participação no caso – a mulher detida pelo Gaeco era a última suspeita ainda em liberdade. Um adolescente que estaria na direção do veículo dos criminosos já havia sido apreendido por outros atos infracionais (inclusive homicídios), e o possível atirador e mais um suspeito já morreram (um em suposto caso de “queima de arquivo”, outro em confronto com policiais).

A arma do crime foi apreendida meses depois do homicídio, em uma outra situação de flagrante envolvendo um dos integrantes da facção. Por meio de perícia, foi constatado que a arma apreendida foi a mesma utilizada na execução da advogada.

Operação Pax

A prisão faz parte da Operação Pax, deflagrada em junho do ano passado pelo Gaeco e pela Polícia Civil, que teve como alvo integrantes da organização criminosa responsável por tráfico de drogas e diversos homicídios na região. Na ocasião, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de Ponta Grossa e São Paulo (SP).

Matéria anterior

28/06/2022 – Gaeco e Polícia Civil cumprem mandados contra organização criminosa suspeita da prática de tráfico e vários homicídios em Ponta Grossa e região

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Tribunal do Júri de Cascavel condena a 30 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR por matar uma pessoa e tentar matar outra após discussão em bar
Tribunal do Júri de Cascavel condena a 30 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR por matar uma pessoa e tentar matar outra após discussão em bar
Júri de Piraí do Sul condena a mais de 74 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR por estuprar e matar uma mulher e uma adolescente em 2022
Júri de Piraí do Sul condena a mais de 74 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR por estuprar e matar uma mulher e uma adolescente em 2022
Júri de Piraí do Sul condena a mais de 74 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR por estuprar, matar e decapitar uma mulher e uma adolescente em 2022
Júri de Piraí do Sul condena a mais de 74 anos de prisão réu denunciado pelo MPPR por estuprar, matar e decapitar uma mulher e uma adolescente em 2022
Réus denunciados pelo Ministério Público do Paraná por morte na Cadeia Pública de Cascavel são sentenciados pelo Tribunal do Júri a 25 anos de prisão cada um
Réus denunciados pelo Ministério Público do Paraná por morte na Cadeia Pública de Cascavel são sentenciados pelo Tribunal do Júri a 25 anos de prisão cada um
Réus denunciados pelo MPPR por morte na Cadeia Pública de Cascavel são sentenciados em Júri a 25 anos de prisão cada um
Réus denunciados pelo MPPR por morte na Cadeia Pública de Cascavel são sentenciados em Júri a 25 anos de prisão cada um
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena a 13 anos e 4 meses de prisão homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por tentativa de feminicídio e ameaça
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena a 13 anos e 4 meses de prisão homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por tentativa de feminicídio e ameaça
Em Cianorte, Ministério Público do Paraná oferece denúncia por usura, extorsão e associação criminosa contra oito pessoas investigadas a partir da Operação Abutre
Em Cianorte, Ministério Público do Paraná oferece denúncia por usura, extorsão e associação criminosa contra oito pessoas investigadas a partir da Operação Abutre
Réu denunciado pelo MPPR em Guarapuava por tentar matar a mulher a tiros na frente do filho pequeno é condenado em Júri a oito anos de prisão
Réu denunciado pelo MPPR em Guarapuava por tentar matar a mulher a tiros na frente do filho pequeno é condenado em Júri a oito anos de prisão
MPPR e Polícia Militar deflagram em Cornélio Procópio a Operação Dark Shield e cumprem mandados contra investigado por tráfico de drogas e lavagem de capitais
MPPR e Polícia Militar deflagram em Cornélio Procópio a Operação Dark Shield e cumprem mandados contra investigado por tráfico de drogas e lavagem de capitais
Tribunal do Júri de Cascavel condena dois réus denunciados pelo Ministério Público do Paraná por homicídio cometido em posto de combustíveis em 2020
Tribunal do Júri de Cascavel condena dois réus denunciados pelo Ministério Público do Paraná por homicídio cometido em posto de combustíveis em 2020
MPPR em Piraquara oferece denúncia contra dois policiais civis e um advogado investigados por tráfico de drogas e vários outros crimes
MPPR em Piraquara oferece denúncia contra dois policiais civis e um advogado investigados por tráfico de drogas e vários outros crimes
Atuação do MPPR resulta na condenação a 31 anos de prisão de integrante de organização investigada na Operação Praia Brava
Atuação do MPPR resulta na condenação a 31 anos de prisão de integrante de organização investigada na Operação Praia Brava
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena homem por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena homem por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Ministério Público do Paraná denuncia por homicídio com dolo eventual motorista que atropelou e matou ciclista em Marialva ao dirigir embriagado em alta velocidade
Ministério Público do Paraná denuncia por homicídio com dolo eventual motorista que atropelou e matou ciclista em Marialva ao dirigir embriagado em alta velocidade
Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe em Piraquara
Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe em Piraquara
MP denuncia dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe
MP denuncia dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário recebe denúncia criminal contra ex-prefeito e secretário de Licitações de Iporã por morte e lesão causadas em dois trabalhadores em obra do Município
Judiciário recebe denúncia criminal contra ex-prefeito e secretário de Licitações de Iporã por morte e lesão causadas em dois trabalhadores em obra do Município
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais