CGN

Juiz reabre caso e Conor McGregor será investigado por suspeita de agressão

O caso chegou a ser encerrado ainda em 2022, mas o juiz decidiu reabrir a investigação após receber mais detalhes sobre a acusação. O tribunal não...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

Ex-campeão do UFC, o lutador irlandês Conor McGregor voltou a ser investigado por agressão, informou a Justiça espanhola nesta quarta-feira. O atleta de 34 anos é acusado de ter agredido fisicamente uma mulher durante uma festa em seu iate na badalada Ilha de Ibiza, em julho do ano passado.

O caso chegou a ser encerrado ainda em 2022, mas o juiz decidiu reabrir a investigação após receber mais detalhes sobre a acusação. O tribunal não revelou quais informações foram acrescentadas e que teriam motivado a reabertura do caso. De acordo com a imprensa espanhola, trata-se da acusação feita por uma mulher em julho passado.

Ela teria sido agredida pelo lutador durante a festa de aniversário do ex-dono de cinturões do UFC, em seu iate. O caso não teria sido aprofundado porque a polícia alegou que a mulher não prestou depoimento completo. Os advogados dela afirmaram que ela ainda estava em choque quando compareceu diante dos policiais.

A imprensa espanhola revelou trechos do suposto depoimento da vítima, que alegou ter recebido socos e chutes e ameaças de afogamento. “Parecia que estava possuído. Eu sabia que precisava deixar o barco porque eu pensei que ele iria me matar”, declarou a vítima, segundo jornais locais.

Uma representante do lutador afirmou ao jornal britânico The Sun que o caso há havia sido esclarecido. “Há mais de seis meses, um incidente foi alegado e, após uma apuração policial, o assunto não foi levado adiante. O senhor McGregor se mantém firme em sua negação de todas as acusações feitas por uma hóspede do seu barco”, declarou Karen Kessler.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais