CGN

Prefeita de Barcelona se solidariza com suposta vítima do caso Daniel Alves

“Quando (nós, mulheres) sofremos uma agressão, nossa cidade não deve nos julgar, mas sim nos acompanhar e nos defender”, publicou Colau, difundindo em seguida o lema...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

A prefeita de Barcelona, Ada Colau, se manifestou na terça-feira sobre a suposta agressão sexual cometida por Daniel Alves contra uma mulher de 23 anos em uma casa noturna da cidade. A autoridade usou as redes sociais para comentar o caso, mas sem citar o nome do jogador brasileiro.

“Quando (nós, mulheres) sofremos uma agressão, nossa cidade não deve nos julgar, mas sim nos acompanhar e nos defender”, publicou Colau, difundindo em seguida o lema “No Callem” (“Não Calemos”, em tradução literal), que batiza o protocolo de segurança desenvolvido em 2018 pelo governo espanhol para casos de agressão contra mulheres em espaços privados.

A prefeita garantiu que “atender e acompanhar as vítimas deve ser uma prioridade”, ressaltando que a casa noturna Sutton, onde ocorreu o episódio envolvendo Daniel Alves, agiu corretamente em acionar rapidamente as autoridades e prestar apoio à mulher. Colau também aproveitou para “enviar um abraço à vítima”.

“Somos muitas que estamos com você e te enviamos toda a força”, escreveu. A prefeita garantiu ainda que “Barcelona protege a noite como um espaço de liberdade” e que as mulheres da cidade seguirão podendo sair com segurança nessa faixa de horário.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais