CGN

Capitão do Guarani pede ‘cabeça fria’ para sequência do time no Paulistão

“Nosso objetivo era fazer um grande jogo, competir de igual. Conseguimos fazer isso, mas infelizmente saímos sem pontuar. Poderíamos ter marcado no fim, mas agora é...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

O Guarani não pode se abalar com a dura derrota de virada, sofrida para o Corinthians, na noite de terça-feira. Esse foi o recado do o zagueiro e capitão do time, Luciano Castán. Na sua avaliação, a equipe de Campinas precisa “esfriar a cabeça” para reagir rapidamente na sequência do Campeonato Paulista.

“Nosso objetivo era fazer um grande jogo, competir de igual. Conseguimos fazer isso, mas infelizmente saímos sem pontuar. Poderíamos ter marcado no fim, mas agora é esfriar a cabeça e dar sequência ao trabalho”, comentou o experiente jogador.

Mesmo jogando na Neo Química Arena, o Guarani até saiu na frente com gol de Bruninho logo no primeiro minuto de jogo, mas não conseguiu segurar a pressão e acabou derrotado pelo Corinthians, de virada, por 2 a 1. Ao final da partida, o técnico Mozart fez uma avaliação positiva da performance da equipe.

“Criamos situações importantes, diante de um jogo difícil como esse. Saio bem satisfeito com o desempenho da equipe. Jogadores enfrentaram de peito aberto. Uma pena foi a forma como tomamos os gols. Um jogo que estava caminhando para o nosso lado, rapidamente se inverteu. Um jogo que levou o Corinthians ao limite para vencer”, disse o treinador.

Apesar do resultado adverso fora de casa, o Guarani continua na segunda colocação do Grupo B com quatro pontos somados e volta a campo no próximo sábado, quando visita o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, às 20h40.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais