CGN
‘Pelo Brasil passou Bolsonaro, pela Argentina passou o Macri’, diz Fernández
Foto: Divulgação

‘Pelo Brasil passou Bolsonaro, pela Argentina passou o Macri’, diz Fernández

Mauricio Macri foi presidente da Argentina e perdeu a mais recente disputa eleitoral, na qual tentava a reeleição, para Fernández....

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade
‘Pelo Brasil passou Bolsonaro, pela Argentina passou o Macri’, diz Fernández
Foto: Divulgação

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, citou em tom crítico o ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro durante sua declaração à imprensa após a reunião com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em Buenos Aires, nesta segunda-feira. “Pelo Brasil passou Bolsonaro, pela Argentina passou o Macri”, declarou Fernández.

Mauricio Macri foi presidente da Argentina e perdeu a mais recente disputa eleitoral, na qual tentava a reeleição, para Fernández.

Para o líder argentino, Brasil e seu país têm desafios “muito parecidos” e o primeiro deles é consolidar a democracia e as instituições. “Quero que saiba, Lula, que a Argentina sempre estará ao seu lado”, disse Fernández. “Não vamos permitir que fascistas se apossem da soberania popular. Nossos povos só querem viver em paz, não querem ódio. Nossos povos querem bem estar e Justiça. Vamos trabalhar nesse sentido”, acrescentou

Reunião ‘sensacional’


De acordo com Fernández, a reunião com Lula e sua equipe foi “sensacional”. “Tenho certeza que estamos avançando em nível mais profundo do que tínhamos. Nossa aproximação vai durar décadas”, disse o líder argentino, em declaração à imprensa na Casa Rosada. “Todos conhecem o carinho e admiração profundos que tenho por Lula. É um líder regional e grande estadista”, seguiu, ao citar a forma de governar do petista no primeiro mandato e as políticas de combate à fome nos primeiros governos do PT. “Sinto que agora Argentina e Brasil lançam nova etapa”, declarou.

Mercosul e Unasul

Fernández afirmou que há a necessidade de integrar não só a América Latina, mas também os dois países, o Mercosul, que precisaria ser fortalecido, e a Unasul.

“Chegamos a acordo de conversar amanhã com todos os líderes do continente”, declarou o presidente da Argentina. “Temos uma história que nos une, temos que aprofundar. Temos que trabalhar pela interconexão elétrica e energética. Queremos que a eletricidade brasileira chegue a nós”, acrescentou. “América Latina e Atlântico Sul são zonas de paz”, seguiu, ao dizer agradecer Lula por apoiá-lo na defesa da soberania das Malvinas.

“Querido Lula, a casa é sua”, disse Fernández ao aliado. “Você tem um amigo incondicional em mim e milhões de amigos na Argentina. Gostamos de você e te valorizamos”, encerrou.

Gás de Vaca Murta

O presidente da Argentina confirmou nesta segunda-feira que sua reunião com o presidente Lula, em Buenos Aires, tratou também sobre como levar gás de xisto da região de Vaca Murta para o Brasil, como antecipou o Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) na semana passada.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais