• Mariana Lioto
  • CGN

12 Outubro 2017 | 13h14min

A jovem Jaqueline Fernandes Pereira, que morreu em uma colisão na BR-467 no último dia 24 completaria hoje 28 anos.

Familiares e amigos se reuniram em frente a Catedral para um protesto pedindo justiça e paz no trânsito.

A mãe, Roseli de Fátima Ferreira Pereira, conta que a jovem saiu do trabalho de moto e morreu a caminho de casa. A mulher viu o acidente.

"Arrancaram metade do meu coração. Eu estou sobrevivendo porque vejo  Deus me carregando todo dia no colo. Eu vi o acidente, ninguém tem noção desta dor"

Ela pede paz no trânsito e que os motoristas não usem drogas, nem conduzam em alta velocidade.

Familiares de outras vítimas também compareceram ao protesto. A família de uma jovem de 22 anos ferida no dia 29 na Rua Jacarezinho também aderiu ao movimento. Ilana segue internada depois de ter graves ferimentos.

O grupo deve seguir em uma caminhada até a delegacia.

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (4 comentários)

  • VIXI
    28
    9
    2 meses atrás às 13:20h
    Esse tipo de Protesto Não Dá em nada só aumenta a dor da família. o assassino é capaz de tar dando risada esta hora. É triste mas é verdade.
  • Cidadão
    49
    6
    2 meses atrás às 13:41h
    Infelizmente, devido ao mal caráter do assassino, nada vai acontecer. O meliante nunca irá trazer à tona a verdade dos fatos.
  • GENTE
    8
    11
    2 meses atrás às 13:58h
    ESTE TIPO DE COISA SO TEM UM FUNDAMENTO.AUMENTAR A DOR.NAO VAI CONCIENTIZAR NINGUEM.NEM PENALIZAR O ASSASSINO..
  • Eu
    28
    0
    2 meses atrás às 16:17h
    Tem q ir até o fórum é lá que irão julgar
Envie seu comentário Seu endereço de email não será divulgado