• Luana Monteiro
  • CGN

12 Janeiro 2017 | 08h14min

Um rapaz de 21 anos que estava no carro abordado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na madrugada de hoje (12), em Cascavel, falou com a imprensa nesta manhã. Ele aguardava para prestar depoimento na 15ª SDP (Subdivisão Policial).

O rapaz e outras três pessoas são acusados de cometer assalto em Nova Laranjeiras e serem baleados pela vítima. Eles teriam fugido de carro e não pararam durante abordagem da PRF, que precisou acionar dispositivo e forçar a parada.

Dentro do carro havia uma pessoa morta e duas baleadas. Um adolescente foi apreendido.

O jovem que já recebeu alta nega terem praticado roubo e diz não saber o porquê de terem sido baleados.

“A gente estava indo para casa de parentes em Guaraniaçu e um carro nos perseguiu e os ocupantes efetuaram tiros”, relatou.

O caso é investigado pela Polícia Civil.   

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (6 comentários)

  • ....
    8
    0
    11 meses atrás às 08:48h
    Nunca vi vítima correr dá polícia tá de brincadeira
  • OLHO VIVO
    4
    0
    11 meses atrás às 08:53h
    HUM VAI SABER QUEM DORME COM UM BARULHO DESSES ESSA HISTÓRIA ESTÁ MAL CONTADA.
  • Que noticia excelente
    12
    4
    11 meses atrás às 09:11h
    Que lindo, que dia maravilhoso, que noticia excelente, não pararam porque então a policia não é confiavel? kkkk bora morrer tudo cambada.
  • Que dó, que dó
    10
    0
    11 meses atrás às 09:16h
    Tadinhos, agora eles são as vítimas.
  • Leitor
    22
    0
    11 meses atrás às 09:24h
    Rodar com uma pessoa morta dentro do carro... no mínimo macabro.
  • Pppp
    29
    4
    11 meses atrás às 09:25h
    Inocentes com várias passagens na Polícia por que não pararam na pf de Catanduva pena q só morreu 1..
Envie seu comentário Seu endereço de email não será divulgado