CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

Lixo reciclável será colocado em “quarentena”

Medida foi adotada para proteger os coletores e pessoas que manipulam os materiais recicláveis

Publicado

em

A coleta seletiva em Cascavel continuará ocorrendo normalmente, mas os materiais serão colocados em  “quarentena” por no mínimo 72 horas para posteriormente ser feita a triagem. A medida é preventiva e tem como objetivo evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), já que estudos são unânimes em afirmar que o vírus desaparece da superfície após esse período. 
A Secretaria de Meio Ambiente irá definir o espaço que será utilizado para armazenar o material antes da triagem. Ao contrário de alguns municípios que neste período de pandemia estão levando os resíduos recicláveis para aterros sanitários, Cascavel optou em fazer a quarentena para dar sequência ao processo de reutilização dos materiais. 

O secretário de Meio Ambiente, Wagner Yonegura, destaca que a medida segue uma recomendação do Ministério Público. Ele destaca que, nesse período delicado, a população pode ajudar a manter a cidade limpa ao manter o hábito de separar os materiais recicláveis. 

“Esse material que vai ser utilizado para a reciclagem vai ficar num depósito provisoriamente, num período de quarentena, para evitar que haja alguma contaminação que possa ser transmitida para as pessoas que manipulam. Ele vai ficar num local fechado, já dedetizado, para quando passar esse período todo o coletor que sobrevive desse material possa ter a fonte de renda garantida”, diz o secretário.

Em Cascavel, aproximadamente 200 famílias sobrevivem diretamente dos recursos arrecadados com o material separado pelos moradores. 

Yonegura destaca a importância de separar o material de forma adequada. “Estamos recebendo informações de que está chegando luvas, máscaras e, inclusive, fraldas junto com a coleta seletiva, então é um material que vai ser descartado e causa risco para quem manipula”, destaca.

Um dos cuidados é com latas ou embalagens longa vida que precisam ser lavadas antes da destinação à coleta seletiva. Ele explica que os resíduos orgânicos que ficam nas embalagens atraem roedores, insetos e outros animais, inviabilizando o material, que pode ser acondicionado em sacos plásticos específicos para recolhimento de lixo, caso a pessoa não possua bolsas de ráfia. 

Durante o período de crise causado pela pandemia do coronavírus, a coleta de lixo domiciliar (normal), as varrições de ruas e limpeza dos espaços públicos continuarão normalmente.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2020 CGN ® Todos os direitos reservados