CONECTE-SE CONOSCO

Internacional

Estados norte-americanos retomam medidas preventivas contra covid-19

Publicado

em

Segundo um levantamento feito pela emissora norte-americana CNN, ao menos 12 entes federativos dos Estados Unidos pausaram suas reaberturas e retomaram as medidas restritivas para conter o avanço da pandemia no país. Nesta segunda-feira, 29, o governo da Flórida decidiu fechar praias nas cidades de Palm Beach, Fort Lauderdale e Miami durante as comemorações de 4 de julho, dia da Independência norte-americana. Nesta segunda, o Estado registrou 5.266 novos casos do novo coronavírus, número menor se comparado às atualizações dos três dias anteriores – 8.942 casos na sexta-feira( 26), 9.585 no sábado (27) e 8.530 no domingo (28).

Seguindo decisão do governo do Texas, a Califórnia ordenou no domingo o fechamento de bares em Los Angeles e em outros seis municípios do estado (Fresno, Imperial, Kern, Kings, San Joaquin, e Tulare). Segundo dados compilados pelo jornal The New York Times, há 216.955 infectados pelo novo coronavírus na Califórnia, além de 5.937 mortes por covid-19.

O Arizona registrou um acréscimo de 625 casos, taxa inferior ao número real, de acordo com o Departamento de Saúde do Estado. Segundo um tuíte publicado na conta oficial do órgão, um dos laboratórios parceiros do Departamento não registrou parte das infecções confirmadas a tempo. Os casos não contabilizados serão registrados na atualização da terça-feira, 30.

China

A China reportou nesta segunda mais sete infecções pelo novo coronavírus domésticas e mais cinco importadas. Todos os casos locais, segundo o governo chinês, ocorreram na capital Pequim. A cidade de Anxin, na província de Hebei, que fica a cerca de 145 quilômetros de Pequim e abriga em torno de 400 mil habitantes, retomou sua quarentena no último sábado para conter o alastramento da doença na região central da China. 13 casos relacionados ao surto do mercado de Xinfadi foram relatados na cidade, segundo a imprensa local.

A China avançou os testes clínicos de duas potenciais vacinas contra a covid-19. Uma delas, chamada Ad5-nCOV e desenvolvida pela empresa chinesa CanSino Biologics, em parceria com a Academia de Ciências Militares (AMS), obteve aprovação para ser usada internamente pelas forças armadas da China. Enquanto isso, a primeira vacina de mRNA – ou RNA mensageiro – chinesa contra o vírus iniciou seus testes clínicos em humanos nesta segunda-feira.

Com 19.459 novos casos reportados nesta segunda, a Índia decidiu estender o lockdown no Estado de Maharastra, onde fica Mumbai, até o dia 31 de julho. A cidade é um dos centros financeiros do país e sede da indústria de cinema indiano, conhecida como Bollywood. O número de novos casos desta segunda é apenas um pouco menor ao recorde registrado no domingo pelo governo indiano, de 19.906 infecções em apenas um dia. A Índia está atrás apenas de EUA, Brasil e Rússia no ranking de países com mais infectados pela covid-19, 548.318 casos ao todo.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2020 CGN ® Todos os direitos reservados