CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

A farra das anistias – por Caio Gottlieb

Publicado

em

Parecem se confirmar as suspeitas de que boa parte das indenizações que vinham sendo pagas, por força da lei instituída em 2002, a pessoas que se sentiram prejudicadas por motivos políticos durante os governos militares (1964-1985), estava indo para o bolso de muita gente que não atendia aos critérios exigidos para reivindicar a benesse.

Depois de passar um rigoroso pente fino nos processos, a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, a quem cabe cuidar do assunto, determinou nesta semana a anulação de 295 portarias de concessão de anistia a civis e militares presos naquele período (condição obrigatória para se habilitar ao benefício), por não ter ficado comprovada “a existência de perseguição exclusivamente política no ato concessivo”.

Distribuídas a rodo durante as presidências de Lula e Dilma, com valores individuais na casa dos milhões, as indenizações já tiraram dos cofres públicos a bagatela de 14 bilhões de reais.

Aliás, não é de surpreender que um naco considerável dessa grana tenha sido destinado de forma indevida para fazer a alegria de amigos da turma que estava no poder.

O que mais se poderia esperar de governos que se notabilizaram pelos mais variados escândalos de corrupção?

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2020 CGN ® Todos os direitos reservados