Conecte-se conosco

Paraná

Assaltante morre em confronto com a polícia durante tentativa de assalto às Lojas Americanas

Nenhum policial se feriu no confronto e o suspeito ferido foi encaminhado para o Hospital Evangélico...

Publicado em

Assaltante morre em confronto com a polícia durante tentativa de assalto às Lojas Americanas
(Foto: Daniela Sevieri/Banda B)

Um assaltante morreu e outro ficou ferido após confronto com a polícia durante uma tentativa de assalto a uma unidade da Lojas Americanas, na avenida Vereador Toaldo Túlio, no bairro São Braz, em Curitiba. Os dois suspeitos teriam entrado armados no estabelecimento, na noite desta quarta-feira (9), e feito clientes de refém nos fundos da loja.

O tenente Sanches, do 12º Batalhão da Polícia Militar, conta que a equipe estava em patrulhamento quando foi alertada por um pedestre de que um assalto estava ocorrendo nas proximidades. “Dois indivíduos teriam entrado armados, anunciando o assalto e levando todos os clientes para o fundo da loja, possivelmente para facilitar a limpeza do caixa e levarem alguns produtos. Quando a equipe entrou no local, verificou uma senhora agachada no chão e acharam que o adolescente atrás dela também seria um refém. No entanto, a senhora fez uma leve indicação de que na verdade seria o assaltante”, relatou o tenente. 

O suspeito então teria sacado a arma e apontado para os policias, que revidaram. “Esse suspeito sacou uma arma e apontou para os policiais, que revidaram a injusta agressão e alvejaram o cidadão que caiu morto no chão. A mesma senhora indicou que teria mais um assaltante no fundo da loja, o qual ao ser notado pela equipe também realizou disparos contra os polícias, que revidaram novamente, dessa vez, acertando a perna do criminoso”, disse Sanches.

Uma chave teria sido encontrada no bolso de um dos assaltantes e que seria de um veículo com alerta de roubo estacionado ao lado do estabelecimento.

Uma testemunha do assalto, que preferiu não se identificar, afirma que em um primeiro momento não entendeu o que estava acontecendo. “Eu não tava entendo o que estava acontecendo, as moças que trabalham na loja passaram e falaram que era para ir para os fundos. Quando chegou um rapaz perto de mim e disse para seguir ele, mas respondi que não ia porque não queria deixar meu filho sozinho correndo entre as prateleiras. Então, ele me ajudou a pegar o meu filho e disse que era para eu ficar calma e não fazer nada, foi quando entendi que era um assalto”, contou a vítima que revelou ainda que o assaltante pediu para ela dizer que ele era seu sobrinho. 

“Eu me abaixei no chão com a criança e ele falou que se chegasse alguém era para falar que ele era meu sobrinho. Quando a polícia chegou perto e viu que ele tava armado, a arma estava embaixo da roupa, o policial começou a conversar com ele e quando viu que ele ia reagir atirou para defender a gente e se defender”, descreveu. 

Nenhum policial se feriu no confronto e o suspeito ferido foi encaminhado para o Hospital Evangélico.

As informações são do site Banda B.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade