Conecte-se conosco

Cascavel

Movimento quer cobrir tatuagens feitas por rapaz que matou mãe e filha

Vários profissionais resolveram aderir ao movimento iniciado na internet...

Publicado em

Movimento quer cobrir tatuagens feitas por rapaz que matou mãe e filha
Facebook

Um movimento que surgiu na internet reúne tatuadores e desenhistas dispostos a esconder tatuagens feitas por Halif Lima, preso na tarde de ontem e que posteriormente confessou ter matado Silvia Caroline França, de 25 anos e da filha dela, Ana Lis França, de nove meses.  

Uma desenhista cascavelense usou as redes sociais para convocar os profissionais que estiverem dispostos a contribuir para que pessoas cubram as tatuagens.

Ela decidiu doar desenhos autorias para os trabalhos. “A arte existe para remeter às coisas belas, como o amor e boas memórias, nunca ao ódio. Vamos nos unir e provar que Halif não representa os artistas da nossa cidade”, disse ela.

As adesões começaram a aparecer logo após a postagem.

“Sou tatuadora e ouço inúmeros casos de assédio em estúdio de tatuagem, infelizmente nossa cidade não está livre dessas coisas e muitas pessoas se escondem bem. Estou disponível para ajudar nessa ação, o que for dentro das minhas possibilidades. Não podemos trazer duas vidas de volta, mas podemos lutar para que mais coisas assim não aconteçam”, escreveu uma tatuadora. 



Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade
Publicidade