• Fábio Wronski
  • A REDE

06 Dezembro 2018 | 15h38min

Na manhã desta quinta-feira (6), cerca de 150 famílias integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam a fazenda pública Jeca Martins. 

A área pertencente ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e está localizada na cidade de Castro, sul do Paraná.

As famílias já estavam acampadas desde agosto de 2015 na área da Fazenda Capão do Cipó, também em Castro, rebatizada de Acampamento Maria Rosa. 

A área pertence à União, mas que estava sendo usada pela Fundação ABC, uma instituição de caráter particular que realiza pesquisas agrícolas e pecuárias, através da filiação com as cooperativas Castrolanda, Arapoti e Batavo.

O descolamento das ocupação tem como objetivo pressionar o Poder Público para o cumprimento de acordos firmados em 2015, quando o INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), a Cooperativa Castrolanda e o governo do Estado garantiram a realização de uma permuta de áreas para assentar as famílias sem-terra.

Carregar mais notas ao vivo
Acontecendo Agora
image/svg+xml