• Maycon Corazza
  • CGN

22 Novembro 2018 | 14h51min

Celulares que foram apreendidos no gabinete do vereador Roberto Parra, em maio deste ano, durante ação do Gaeco e do Ministério Público, ainda não retornaram da perícia.

De acordo com o que foi informado para a CGN, as apreensões ocorreram como parte de procedimento que apura suposta devolução de salários de ex-assessor de Parra. A denúncia apurada é de 2017.

Não há previsão de retorno dos materiais periciados.

Nesta semana, outro vereador foi denunciado por suposta prática ilegal, envolvendo salário de assessor. Uma investigação deve apurar a veracidade das acusações contra Damasceno Júnior.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Carregar mais notas ao vivo
Acontecendo Agora
image/svg+xml

Comentários (1 comentário)

  • Batatas Recheadas Batatas
    0
    0
    2 meses atrás às 09:19h
    É tá ferrado se eles soubessem ele já estaria preso a selular mentiroso kkkkkkkkk