• Ricardo Oliveira
  • CGN/Assessoria

26 Julho 2018 | 09h48min

Dois brasileiros que tentavam entrar na Argentina utilizando passaportes falsos foram presos na noite de ontem, 25/07. Eles saíram do Brasil pela Ponte Internacional da Amizade (PIA) entrando no Paraguai e usaram a balsa que liga Presidente Franco/PY a Puerto Yguazu/ARG para ter acesso ao território argentino.

Os atendentes da imigração argentina desconfiaram dos passaportes apresentados e contataram a Polícia Federal de Foz do Iguaçu para checagem, utilizando-se de instrumentos legais previstos no acordo do Comando Tripartite. Agentes federais foram ao local e constataram visualmente que os brasileiros portavam e apresentaram passaportes falsos.

De imediato foram detidos pela Gendarmería argentina.

Questionados sobre o motivo da viagem, responderam que iam a um cassino e admitiram que os documentos eram falsos pelos quais pagaram 400 dólares cada e teriam sido fornecidos “por um pessoal de Minas Gerais”. Ambos são goianos. Um de 46 e o outro de 43 anos.

Disseram ainda que, por terem “restrições legais” em função de crimes cometidos recentemente como tráfico de drogas e de armas optaram pelo passaporte falso para poderem sair do país.

Um terceiro homem que os acompanhava, um gaúcho de 50 anos, que estava com a documentação em ordem e tinha em sua posse 8 mil dólares também foi detido. Posteriormente foi liberado, pois não havia nenhuma imputação criminal com ele.

Agentes da Gendarmería  ajudou na escolta dos presos até o posto de imigração na Ponte Tancredo Neves e em seguida encaminhados para a DPF/Foz, onde foram autuados em flagrante pelo crime de uso de documento falso e colocados à disposição da justiça.

Carregar mais notas ao vivo