• Mariana Lioto
  • CGN

18 Julho 2018 | 10h37min

A igreja com telhado em formato de leque, representando o manto de Nossa Senhora Aparecida é ícone de Cascavel e a obra já completou 40 anos.

Durante todo este período nenhuma reforma ampla foi realizada mas este momento chegou: é preciso uma ampla revitalização na Catedral.

A obra está em fase de projeto e tem três grandes prontos principais: a reforma do telhado, a substituição de vitrais e a instalação de ar condicionado.

Gerson Lorenzi, que está ajudando neste planejamento, comenta que os orçamentos ainda estão sendo realizados, mas é estimado um custo mínimo de R$ 2 milhões.

A estrutura do telhado, composta de 18 gomos de concreto armado não está comprometida, nem tem danos significativos, mas precisa de manutenção. Fissuras fazem com que ocorra situações pontuais de goteiras e a solução para isso é aplicar produtos de proteção sobre o concreto.

“Passados 40 anos percebemos o quanto o projeto foi fantástico para a época. A obra é necessária para proteger este projeto arquitetônico maravilhoso”, pontua Gerson.

Os vitrais antigos não poderão ser mantidos de maneira idêntica. Eles sofreram com o tempo e terão que ser substituídos por vitrais mais modernos.

Colocar ar condicionado também é uma necessidade urgente e um projeto complexo.

O início das obras não depende apenas da conclusão dos projetos, mas também da arrecadação do recurso necessário. Várias pastorais da igreja estão fazendo promoções focadas na arrecadação para a reforma e os fiéis são convidados a fazerem doações, de qualquer valor, com foco específico na revitalização. O tempo da obra vai depender justamente do empenho da comunidade católica em juntar os recursos necessários.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Carregar mais notas ao vivo