• Mariana Lioto
  • CGN

11 Julho 2018 | 11h19min

Uma reunião logo mais vai decidir os detalhes sobre a tentativa de captura de uma onça parda que tem sido vista na cidade. A ação deve ser colocada em prática ainda hoje.

Mesmo não havendo grandes riscos de ataques a seres humanos, o município considera que a situação está gerando medo nos frequentadores do lago, risco de ataques a animais domésticos e uma atitude é necessária.

Segundo o veterinário do zoológico Ilair Dettoni, dois tipos de armadilha são possíveis para captura de grandes felinos.

“Uma delas envolve uma isca viva colocada dentro de uma gaiola para atrair o animal e outra é montada com cabos de aço e mola para prender a pata do felino. Neste caso é preciso ter uma pessoa de plantão para anestesiar o animal caso ele venha a ser capturado”.

Não é viável fazer a busca do animal com grande número de pessoas pois a onça parda é bastante ágil. O mais recomendado é agir com armadilhas cuja técnica e eficácia já foi testada.

“Mesmo assim o trabalho deve durar vários dias. Nosso objetivo é definir os locais e montar as armadilhas hoje, mas seria uma ilusão acreditar que tudo deve se resolver na primeira noite”.

Após a captura o animal deve ser avaliado para saber se ele tem condição de sobreviver de maneira autônoma e, em caso positivo, fazer a soltura dele em uma área de mata maior.

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (4 comentários)

  • Alemão Fritz
    46
    14
    2 meses atrás às 11:35h
    Coloquem o Lula amarrado como isca. Se a onça comer não se perde grande coisa.
    • Pé na cova
      13
      5
      2 meses atrás às 12:02h
      Mas aí vai matar a onça.
  • Kaizinho Machado
    45
    3
    2 meses atrás às 11:49h
    Deveriam colocar os 4 deputados federais que nos temos de Isca, dai serviriam pra alguma coisa,
  • Jessica Amore Trevisol
    0
    2
    2 meses atrás às 16:02h
    luzi Inácio inaio
  • Rodrigo Schwendler
    1
    1
    2 meses atrás às 16:47h
    Chama o serjao berranteiro kkk