Cascavel - Por 'não receber ordem de mulher', homem agride policial e é preso
  • Jean Peretto
  • CGN

13 Junho 2018 | 00h11min

Um homem de 25 anos foi detido por policiais militares no começo da madrugada de hoje (13) na região do Bairro Morumbi, em Cascavel.

A equipe da Rádio Patrulha (RPA) do Bairro Brasília, formada por dois soldados, um homem e uma mulher, realizava patrulhamento pela Avenida Corbélia, quando deu ordem de abordagem a um rapaz, que teria dito que não recebia ordem de mulher.

Na versão oficial, a soldado conta que novamente deu a ordem de abordagem, mandando com que o rapaz colocasse as mãos na cabeça e virasse de costas para revista pessoal. 

No boletim de ocorrência consta que o homem disse para a soldado que ela não servia para ser policial e então chutou a canela da policial e a empurrou.

O homem então fugiu para dentro de sua casa e enquanto a equipe aguardava ordem da central para entrar no imóvel, o rapaz voltou a xingar a policial desferindo palavras de baixo calão. O homem teria feito, inclusive, ameaças de morte. 

Quando os PMs puderam entrar na casa, o indivíduo já havia fugido pelos fundos, mas foi localizado a cerca de quatro quadras da residência na Rua Pedra Branca.

O detido foi levado para a Delegacia de Polícia Civil e já na 15ª Subdivisão Policial (SDP), foi constatado que o homem apresentava ferimento no nariz, sendo acionado o Siate para prestar atendimento.

O homem foi levado para avaliação médica na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Tancredo Neves. 

Carregar mais notas ao vivo
Acontecendo Agora
image/svg+xml

Comentários (3 comentários)

  • Vinicius Silva
    27
    2
    2 meses atrás às 07:44h
    Sacanagem chamar siate pra ferimento no nariz.Fala pro Ricardo da 15°passar um álcool no narigão.
  • Anildo Morais de Oliviera
    63
    4
    2 meses atrás às 09:11h
    so pode ser viaado , eu adoraria ser revistado por ela kkkk
  • Sirley Ribeiro
    2
    0
    2 meses atrás às 23:31h
    Não obedece mulher coaitada mãe e se ele tive mulher devem sofrer com um homem tão machista deste