• Mariana Lioto
  • CGN

04 Setembro 2017 | 18h26min

Há poucos dias a prefeitura renovou o contrato com a empresa Tecnopark Soluções que fornece parquímetros para o Município desde 2013. Existe o risco, no entanto, de os parquímetros não seguirem nas ruas de Cascavel.

A empresa Lapaza Empreendimentos Ltda afirma ser a dona dos equipamentos e do software que gerencia as vagas usadas em Cascavel e diz não estar recebendo da Tecnopark. A empresa declarou que tem duas execuções judiciais devido às dívidas, uma no valor de R$ 300 mil e outra no valor de cerca de R$ 40 mil, além de um terceiro processo que ainda deve ser executado.

A Lapaza diz que não recebe há quase dois anos e pretende retirar os equipamentos das ruas da cidade. Os detalhes sobre esta retirada estariam sendo resolvidos com o jurídico da empresa.

A CGN entrou em contato com um representante Tecnopark que afirmou não ter conhecimento do caso. Ele disse que buscaria um posicionamento junto à direção da empresa, mas o retorno não veio até o fechamento desta reportagem.

O presidente da Cettrans, Alsir Pelissaro, disse desconhecer a intenção da empresa de retirar os equipamentos das ruas.

“No passado soube de algum tipo de compromisso entre a empresa contratada pela prefeitura e a Lapasa, eles nos procuraram há algum tempo atrás. Oficialmente não tenho conhecimento desta retirada. Nosso pagamento com a Tecnopark está em dia”.

Alsir afirma que a licitação não proibiu que os equipamentos fossem sub-locados de terceiros.

A Cettrans paga R$ 35,61 por mês para cada uma das 1.872 vagas alugadas (R$ 66,6 mil por mês). No total, são 254 parquímetros nas vias da cidade.

Com a prorrogação, o contrato com a Tecnopark vai até dezembro. A Cettrans diz que começará amanhã a trabalhar numa nova licitação para o fornecimento de tecnologia para os Estacionamentos Regulamentados. 

O tema havia sido adiantado no blog de Caio Gottlieb.

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (8 comentários)

  • Passando a letra
    6
    2
    7 meses atrás às 19:05h
    Olha aí o descaso com o dinheiro público que foi pro ralo
  • KKKKK
    10
    1
    7 meses atrás às 19:18h
    E EU PAGANDO CERTINHO.COMO PAPAI ME ENCINOU.FILHO.PAGUE SUAS CONTAS EM DIA..
    • Professor
      0
      0
      7 meses atrás às 19:30h
      Seu pai lhe encinou errado entao....o correto é ENSINOU
  • POLICIAL LIMPO
    7
    1
    7 meses atrás às 20:11h
    JA VAI TARDE POR FALTA DE ADEUS É QUE NÃO SERÁ...OS NÓIAS DO CENTRO É QUE SENTIRÃO FALTA...EU NUNCA PAGUEI E NÃO PAGAREI JAMAIS VSF
  • Migué
    6
    1
    7 meses atrás às 21:01h
    Dos brabo em Paranhos e Cia, a intenção é tirar parquimetros e cartoes obrigando a todos baixar a bosta do app que ninguem quis
  • Jamanta lenta
    8
    0
    7 meses atrás às 21:55h
    Mais um fato de que a Cetransa é uma fábrica de dinheiro! Radar, estacionamento, blitz... Tudo para sugar o povo!Bando de sanguessugas!Fora!
  • generico
    10
    0
    7 meses atrás às 22:09h
    mas que licitação bem feita hein, a empresa vence uma licitação sem ter equipamentos e nem software para o serviço, parabéns gestores
  • Falcao
    3
    0
    7 meses atrás às 07:14h
    Tem que fazer igual a foz do Iguaçu, o povo lá acarranca tudo os paquimetros,pelo menos la eles não são o braço a torce como os babacas daqu
  • Marcos
    4
    1
    7 meses atrás às 07:24h
    Vai roubar em outra cidade bando de ladrão e esta cetrans que feche as portas de uma vez kkkk
Envie seu comentário Seu endereço de email não será divulgado