CONECTE-SE CONOSCO

Opinião

Como um jogo pode contribuir para compreensão e desenvolvimento do seu sucesso – por Elisson Gualtieri Ferreira

Num jogo de tênis temos 3 jogadores (calma você já vai entender!), seu adversário, você e o terceiro, chamado Autocontrole Estratégico…

Publicado

em

Uma palavra conhecida por muito, mas compreendida por poucos. A estratégia está presente em nossas vidas a todo o momento. Desconsiderando o peso negativo do termo, visualizando apenas como uma ferramenta de convencimento, ou você manipula ou é manipulado e a estratégia é o que faz você escolher o lado.

Há alguns dias vi um post de um amigo que dizia: ”Tênis, o jogo de xadrez que se joga correndo”. Coincidentemente estava eu fazendo algumas pesquisas para um treinamento especificamente sobre um tema relacionado a este artigo. O que me chamou a atenção é que em determinado momento faço uma relação entre este esporte com estratégias de liderança. Por isso resolvi compartilhar aqui parte desse treinamento.

Particularmente gosto muito do jogo de tênis e compreendo claramente o que aquele meu amigo quis dizer. Num jogo de tênis temos 3 jogadores (calma você já vai entender!), seu adversário, você e o terceiro, chamado Autocontrole Estratégico.

Durante um jogo apenas 20% do tempo a bolinha está em movimento, onde somente você e seu adversário estão envolvidos, os outros 80% é quando entra em cena o “terceiro jogador”, que precisa ser convencido de que lado vai estar e só depende de você.

Segundo Timothy Gallwey, criador do conceito “Jogo Interior”, uma partida é jogada em dois níveis: na quadra (jogo exterior – contra um adversário) e na mente do jogador (seu jogo interior). A partir do momento que (com)vencemos o “terceiro jogador” a ficar do nosso lado, estamos dominando muito mais do que os 20% do jogo exterior. Ou seja, estaremos controlando dois jogos, contra o adversário e contra nós mesmos, estudando os pontos fracos do adversário e criando estratégias para derrota-lo, o que pode ser facilmente ilustrado numa formula matemática.

PERFORMANCE = POTENCIAL – INTERFERÊNCIA

Mas por que não trazer esse conceito em nosso cotidiano? No início deste artigo falei sobre manipulação, que nada mais é do que uma forma de conseguir o que queremos através de uma negociação, que por sua vez tem a estratégia como uma ponte para atingir seus objetivos.

No mundo corporativo ou até mesmo em nossas vidas, temos que criar estratégias para convencer nossos pares ou colaboradores a desenvolver ações quando não podemos por si só, devido ao tempo, recursos ou qualquer outra limitação, pois o verdadeiro líder tem o dever de acompanhar todos os níveis do processo produtivo em sua área. Pois bem, foi-se o tempo que apenas a troca por compensação monetária era o suficiente, a concorrência está tanta que a qualquer momento aquele seu braço direito pode te deixar na mão para ocupar um cargo melhor em outra empresa ou até mesmo virar seu concorrente direto, afinal ele conhece seus pontos fracos.

Logo nossa palavrinha mágica tem que entrar em ação, a ESTRATÉGIA. A capacidade de desenvolvimento estratégico de convencimento (que chamamos a pouco de manipulação), deve transcender a razão monetária. Devemos conscientizar nossos pares e/ou colaboradores de nossa visão, missão e valores, seja pessoal, profissional ou empresarial.

A partir do momento que a pessoa de quem você precisa, tem o mesmo propósito que você, o seu sonho se tornará o sonho dela.

Claro que sonhos não se compram, é um sentimento que deve partir de cada um, por isso a importância de se criar estratégias para conseguirmos o que queremos. A vontade de querer que algo dê certo, de fazer parte do sucesso de algo não tem preço. Outros pontos importantes que sustentam essas características são a ética, a responsabilidade e a verdade, alguns dos valores que atestam o sucesso de sua estratégia. Se aplicada de forma ilícita ou com a intenção de se tirar vantagens indevidas sobre alguém, você pode até ter sucesso momentâneo, mas ele não se sustentará. A valorização e reconhecimento de quem está ao seu lado de forma sincera é um ótimo caminho.

Por isso lembre-se daquele jogo de tênis interior, o “jogador” vencedor terá sempre um leque de estratégias para a próxima jogada, seu portfólio de sucesso profissional.

E termino convidando você a relembrar a imagem que ilustra este artigo com uma reflexão, você está jogando para ganhar em sua vida ou apenas brincando com a bolinha?

Elisson Gualtieri Ferreira

Empresário, Arquiteto e Urbanista, Professional, Self, Leader, Business & Executive Coach e Membro fundador dos Coaches Associados PR.

Tel.: 45 99820-0011 |e-mail: elissongf@hotmail.com


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2019 CGN ® Todos os direitos reservados Contato