CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Caso de adolescente que foi decapitada ganha novo desfecho

Caso de adolescente que foi decapitada ganha novo desfecho

As informações iniciais indicavam que o condutor de uma caminhonete, envolvida no acidente, estaria trafegando com um pedaço de madeira sobre o veículo e que a...

Publicado em

Por Álvaro Penerotti

Publicidade
Imagem referente a Caso de adolescente que foi decapitada ganha novo desfecho

Investigações recentes sobre a morte da adolescente Dayza da Silva Castro, de 17 anos, que foi decapitada em um acidente de trânsito na BR-010 em Paragominas no dia 22 de maio deste ano, trouxeram novos elementos para o caso.

As informações iniciais indicavam que o condutor de uma caminhonete, envolvida no acidente, estaria trafegando com um pedaço de madeira sobre o veículo e que a ponta desse objeto teria atingido Dayza, que pilotava uma motocicleta, causando a decapitação. No entanto, a análise de imagens de câmeras de segurança alterou essa versão.

Segundo o delegado da Polícia Civil do Pará (PCPA) responsável pelo caso, que preferiu não ter seu nome divulgado, a polícia identificou duas câmeras de segurança próximas ao local do acidente. As imagens mostram que a adolescente não se chocou com a ponta da madeira, mas sim com o retrovisor do veículo.

O delegado relata: “Inicialmente, nos foi informado que haveria uma madeira atravessada na caminhonete. Alguns populares acreditavam que essa madeira teria decepado a cabeça da vítima. Porém, após análise das câmeras de segurança, descartamos essa hipótese. Nossa perícia concluiu que o objeto que causou a decapitação de Dayza foi o retrovisor do carro”.

O delegado também detalhou a dinâmica do acidente, informando que Dayza estava acompanhada de uma passageira na garupa, identificada como Valéria. “Quando a moto se chocou com o veículo, Valéria foi lançada para o outro lado da pista”, afirma.

Nesta semana, o suspeito de envolvimento no acidente, que pilotava a caminhonete e não prestou socorro às vítimas na noite do ocorrido, apresentou-se na delegacia de Paragominas. Durante o depoimento, o suspeito alegou que teve medo de ser linchado.

Fonte: O Liberal

Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais