Conecte-se conosco

O maior adversário está bem ao lado

Se o presidente Jair Bolsonaro for inteligente, fará de tudo para não perder o ministro da...

Publicado em


 
Se o presidente Jair Bolsonaro for inteligente, fará de tudo para não perder o ministro da Justiça e da Segurança Pública Sergio Moro, além de se empenhar ao máximo para colocá-lo na primeira vaga que abrir no Supremo Tribunal Federal.

Solto no mundo, o magistrado da Operação Lava Jato, visto pela imensa maioria da população como herói nacional da luta contra a corrupção, representa uma séria ameaça para as pretensões de Bolsonaro de se reeleger em 2022.

A recente pesquisa Datafolha sobre o desempenho do governo atesta que o ex-juiz, apesar dos ataques que vem sofrendo em várias frentes, continua com a sua popularidade intacta e mantém-se como o nome de maior prestígio da atual administração, sendo considerado ótimo ou bom para 54% dos brasileiros, 25 pontos acima do índice obtido por seu chefe.

Não é preciso ser especialista no assunto para deduzir que esse apoio pode ser facilmente convertido em votos em uma eleição presidencial.

Ou seja, Moro seria um candidato praticamente imbatível.

Publicidade
Publicidade