Conecte-se conosco

Faca nos dentes

Depois de romper sua aliança com o prefeito Leonaldo Paranhos, a quem atribui boa parte da culpa por não ter sido reeleito, o deputado federal Evandro Roman, que ocupa o cargo na condição...

Publicado em

Depois de romper sua aliança com o prefeito Leonaldo Paranhos, a quem atribui boa parte da culpa por não ter sido reeleito, o deputado federal Evandro Roman, que ocupa o cargo na condição de suplente do titular de sua coligação, começa a organizar um novo grupo político com o objetivo primordial de disputar a prefeitura de Cascavel em 2020.

Significa dizer que ele deverá, em breve, trocar de agremiação partidária, uma vez que o PSD, ao qual está filiado, já tomou a decisão de continuar ao lado de Paranhos, candidatíssimo a mais um mandato, indicando, porém, outro nome para o lugar do vice Jorge Lange, que está presidindo a Cohapar a convite do governador Ratinho Júnior e lá pretende permanecer.

Aliás, esquentando os motores para a campanha e dando o tom de como será o embate, Roman não tem poupado duras críticas ao ex-aliado.

Ou seja, atravessou o rio e queimou as pontes para não ter mais volta.

Publicidade
Publicidade