• Ricardo Oliveira
  • A Rede

22 Novembro 2017 | 07h16min

O Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, cumpriu na tarde desta terça-feira (21), dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal da comarca, no âmbito da segunda fase da Operação Di Venezia.

A operação investiga corrupção envolvendo jogos ilegais na cidade. Um dos alvos foi o Clube Sírio Libanês, local em que o Gaeco já havia realizado busca e apreensão em outubro deste ano, quando foi constatado o funcionamento de uma casa clandestina de jogos de azar. Na ocasião, os mandados foram cumpridos apenas na sobreloja. Nesta fase, foi deferida busca e apreensão em toda a extensão do clube. Verificou-se que o local havia sido reativado e os jogos haviam sido retomados com outros equipamentos. O outro mandado foi cumprido em um estabelecimento localizado no bairro Nova Rússia.

Durante a operação, foram apreendidos computadores, documentos e equipamentos para jogos nos dois locais. As investigações tiveram início em agosto deste ano e apuram infrações penais de exploração de jogos de azar, lavagem de dinheiro, prevaricação e corrupção. O nome da operação, Di Venezia, é em alusão ao famoso cassino italiano de mesmo nome, o mais antigo do mundo.

As informações são do A Rede.

Carregar mais notas ao vivo
Envie seu comentário Seu endereço de email não será divulgado