• Maycon Corazza
  • O TEMPO

05 Outubro 2017 | 15h04min

Onze crianças estão com de 30% a 90% do corpo queimado por causa do atentado na creche "Gente Inocente", em Janaúba, no Norte de Minas, nesta quinta-feira (5). Um vigia ateou fogo em seu corpo e abraçou as crianças. O incêndio deixou pelo menos cinco mortos e 22 feridos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as onze crianças estão internadas na Fundação Hospitalar de Janaúba. Três delas serão transferidas para o Hospital de Montes Claros.  Outras cinco podem ser transferidas para Belo Horizonte, por que estão com acima de 85% do corpo queimado. 

A tragédia

"Segundo relatos, o vigia chegou até a creche entrou na sala de aula com um liquido com suspeita de ser gasolina jogou em todos e depois ateou fogo e começou a abraçar todos que estavam na sala de aula", explicou o tenente Diego Silva Martins, de Janaúba. Ainda segundo a PM, o forro do teto da sala era de PVC o que contribuiu para a propagação do fogo.

A polícia já identificou o suspeito que é Damião  Soares dos Santos, de 50 anos. O homem morreu após horas internado.

Informações são do site O TEMPO.

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (2 comentários)

  • misericórdia
    7
    0
    3 meses atrás às 15:23h
    vai abraçar o capeta agora desgraçado coitadinhos desses inocentes tinham uma vida pela frente e esse doente mental as tirou muito triste
  • Jesus
    1
    0
    3 meses atrás às 15:33h
    Senhor que Deus conforte as familias e proteja esses anjos que nao merecem pagar pelo erro dos adultos, q as crianças q estao internadas sob
Envie seu comentário Seu endereço de email não será divulgado