• Mariana Lioto
  • CGN

10 Julho 2017 | 18h33min

O Município se posicionou hoje sobre a polêmica que se instalou em torno da licitação para contratar uma empresa para fornecer cópias e impressões. O valor máximo era de R$ 1,627 milhão e a empresa Mita Comercio de Fotocopiadores Ltda no valor de R$ 1.580.

No último contrato o município pagava R$ 0,05 por impressão monocromática e agora, segundo a prefeitura, o valor será de cerca de R$ 0,08.

O vereador Fernando Hallberg chegou a levar uma denúncia para o Ministério Público onde aponta o possível favorecimento na licitação. Ele afirma que somente uma marca do mercado (Kyocera) poderia atender as especificações e que a licitação deveria ter ocorrido em lotes diferentes. 

O município afirma que foi exigido um software de gerenciamento das impressões que não precisaria necessariamente ser da Kyocera, tanto que a segunda colocada da licitação teria proposta contendo o software aplicado às máquinas da Samsung.

Para a prefeitura, esta mudança permitirá o controle de quantidade e também dos conteúdos que estão sendo impressos. Além disso o número de impressoras que precisa ser fornecido pela empresa aumentou de 395 para 550.

O diretor do Departamento de Compras da Prefeitura de Cascavel, Edson Zorek, rebate o vereador.

"Não há direcionamento para equipamento e empresas. Há sim, uma exigência de que sejam atendidos os interesses do Governo Municipal em economia e eficiência nos produtos e serviços que contrata", afirmou.

Para a prefeitura o edital não é apenas das cópias monocromáticas e contempla vários serviços e também diferentes equipamentos que atendem necessidades de acordo com a demanda das secretarias que são diferentes e exigem equipamentos diferentes.

A prefeitura ainda afirma que a exigência do softaware gerará economia de 30% e que no mercado há serviço de impressão com valores de R$ 0,15 a R$ 1, portando o valor estaria baixo.

Quanto à denúncia que o vereador afirma ter levado ao Ministério Público, o diretor do Departamento de Compras afirmou que não há a menor preocupação.

"Temos todo interesse que o Ministério Público investigue todo o processo e comprove o que já temos explicado exaustivamente. Toda documentação está à disposição e o próprio pregão foi transmitido ao vivo e está disponível na internet (Youtube) para ser acessado por qualquer cidadão, a qualquer momento", conclui Edson.

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (13 comentários)

  • Mãe Diná
    4
    1
    5 meses atrás às 21:11h
    Vai ter aditivo antes de 12 meses e próximo edital passará de dois milhões! No último ano de mandato poderá passar de três milhões de reais.
  • Pegadinha do edital...
    3
    1
    5 meses atrás às 21:23h
    Já abaixaram quantidade anual de 18 milhões de cópias é impressão para 15 milhões, ou seja já deram economia do software entre aspas.$$ dobr
  • Paulo
    5
    1
    5 meses atrás às 21:34h
    Pelo que entendi vão chegar no valor $,015 centavos para mono e $ 1 real na colorida por página. Porque já fizeram até pesquisa de preço.
  • Rico
    7
    1
    5 meses atrás às 21:40h
    Tudo vagabundo esse prefeito além de corrupto e outro ladrão
  • Laerte
    6
    1
    5 meses atrás às 21:44h
    Coincidência o vencedor ser o mesmo envolvido na operação pecúlio de foZ? Abre o olho Ministério Público e população
  • prado.....
    3
    2
    5 meses atrás às 21:45h
    o prado ficou milionario cas inpressoras no edgar.fikem de olho
  • Talyta
    8
    0
    5 meses atrás às 21:47h
    Não entendi esse aumento no valor para quem dizia que iria reduzir os valores dos editais do município
  • Bolsonaro
    5
    2
    5 meses atrás às 22:40h
    Esse setor de compras é uma piada...vao licitar um simplez notbook com valor maximo de 5.000... um not simples nao passa de 2.000 ladroes
    • Leandro
      4
      1
      5 meses atrás às 23:14h
      O setor de compras só monta o processo burocratico conforme a lei, São as secretarias que fazem as cotacoes-valor e especificam o material
  • Contribuinte
    6
    1
    5 meses atrás às 22:40h
    Vai pagar 0,08, o cidadão vai até a prefeitura, sai com boleto para pagar qualquer serviço, cobram 2,62 por folha impressa, qta diferença??
  • Jacson
    3
    2
    5 meses atrás às 01:09h
    Esse Lisia melhorado enganou todo mundo.
  • Caio
    1
    0
    4 meses atrás às 23:18h
    Explicação do aumento do preço...ANTES SÓ TINHA MAQUINAS SUCATAS, agora são equipamentos de pontas zero...deveria cobrar 0,15 sim
  • Caio
    1
    0
    4 meses atrás às 23:20h
    Você que reclama vai cotar uma máquina pra vc comprar....se a PMC fosse comprar as máquinas e por suplementos ia passa de 10milhoes anual.
Envie seu comentário Seu endereço de email não será divulgado